Sunday, October 30, 2016

Caxi salteado

 .prazer, caxi.

Sábado retrasado fui conferir a nova feirinha orgânica no Parque Campolim e acabei adquirindo algumas belezuras. Um fruto me chamou a atenção, o caxi, e trouxe para experimentar! A produtora do fruto disse que a casca pode ser usada como artesanato pois, quando seca, fica dura como uma cabaça. O dia seguinte a Samantha veio em casa e preparei ele salteado com alho-poró, salsão e só, ficou bem gostoso. OLha ele aí:

- Prazer, caxi!



A única dificuldade foi abrir o caxi pois ele é beeeeeem duro, usei a faca de pão com serra, até fiz um vídeo que você pode conferir:






Não cozinhei muito e deixei ele meio al dente, ficou bem interessante, a Samantha gostou!

Caxi salteado

1 alho poró em rodelas
1 talo de salsão com as folhas
1 caxi picado
Azeite
Sal

Capuchinha para decorar

1. Corte o caxi ao meio e retire a polpa dele. 
2. Doure o alho-poró até ficar transparente e adicione o salsão picado, mexa or 1 minuto e em seguida adicione o caxi, salteie rapidamente, cerca de 1-2 minutos e retire do fogo, finalize com sal, mexa e decore com algumas flores comestíveis se quiser, eu usei capuchinha.

O gosto lembra pepino com chuchu e abobrinha, acho. 

Saturday, October 22, 2016

Cenoura assada com cominho e pimenta jamaica + beldroega

.miam.


Outro preparo que oferecemos na nossa Barraca de Culinária Criativa foi a cenoura assada com cominho que foi servida com folhinhas de beldroega, o pessoal adorou.
Para a degustação na barraca montamos uma espécie de canapé no palitinho, ficou bem prático.
Uma outra sugestão é servir a cenoura assada, em rodelas, misturada com as folhinhas de beldroega crua, fica uma espécie de salada morna, bem gostosa.

Mas o que é beldroega?
Portulaca oleracea L.

Ela é um matinho que o pessoal também classifica como Panc e que nasce espontaneamente. A beldroega tem umas sementinhas pretas super interessantes que também podem ser utilizadas na culinária:



 Neste dia usamos a cenoura cultivada pelo Jefferson de Porto Feliz e a beldroega do produtor Willian do assentamento Bella Vista de Iperó. Mas não precisa ir tão longe para conseguir beldroega, depois que você conhece é fácil de reconhecer pelos matinhos que nos cercam. A folha é suculenta e tem um gostinho suave, o miolo é bem úmido e o formato também é bem delicado, perfeita para decorar saladas e afins.


Vamos para a nossa receita? 

CENOURA ASSADA COM COMINHO E PIMENTA JAMAICA + BELDROEGA
(4 porções)

5 cenouras médias cultivadas sem agrotóxico
1 colher de café de cominho em pó
1 colher de café de pimenta jamaica em grão
1 fio generoso de azeite de oliva extra-virgem
Sal
Folhas de beldroega 

1. O primeiro passo é preaquecer o forno a 180 graus.
2. Descasque a cenoura e corte-as em rodelas de 1,5 cm, coloque em uma forma e polvilhe o cominho e a pimenta recém triturada*, adicione o azeite e mexa bem para que as cenouras fiquem cobertas com o óleo e os temperinhos. Leve ao forno e asse até a cenoura ficar bem dourada, mexa de vez em quando, retire do forno e finalize com sal.

*Gosto de triturar no pilão de pedra, mas pode ser na faca ou no moedor de pimentas, o que vale é triturar na hora pois faz toda a diferença!!!

Para servir com palitinhos em dias de festa:
Pegue um palitinho de dente (a Gina) e espete uma folha de beldroega e em seguida uma rodela de cenoura assada, repita o processo com o restante das rodelas e disponha em um prato bem bonito.

Para servir como salada: 
Disponha as cenouras em uma cumbuca e adicione as folhas da beldroega, o quanto desejar, mexa bem e sirva.

Monday, October 17, 2016

Hambúrguer de couve-flor e picão brancO

.oi?.



Picão branco? Sim. Vou te contar como fazer uma receita deliciosa com ele!!!

Final de semana retrasado aconteceu a feirinha agroecológica do Sesc Sorocaba, em função da programação do Dia Mundial da Alimentação, e foi muito legal participar. No sábado preparamos uma Barraca de Receitas onde nada era vendido, mas oferecido.

O preparo que fez mais sucesso definitivamente foi o hambúrguer de picão branco, te conto. Até as crianças gostaram, acabou, comeram tudo, tudinho. O produtor Jefferson Parra me presenteou com algumas Pancs, entre elas o picão branco. Confesso que nunca havia experimentado... e gostei, tem um gostinho suave e bom! Quando ele me deu picão pela manhã comentou que fazia chá com ele, então chegando em casa procurei em um livro que era da minha Vó e descobri que o picão é bom para alergia e enfermidades da pele, então preparei um chá para provar seu sabor ;D
Muito interessante, em casa tem tanto picão e nem usamos, tem dia que o Banzé chega cheeeeeio de picão na juba, nada como ganhar um presente de um produtor. Obrigada Jefferson, a vida vai te presentear em dobro!

(separamos as florzinhas e deixamos para o público decorar o mini-hambúrguer na hora)

Te conto a receita:

Hambúrguer de couve-flor e picão branco 
*vegan

1 couve-flor pequena ralada (crua)
1 xícara de quinoa em grão
1 xícara de folhas de picão
Folhas de manjericão
1/2 xícara de ramos jovens de picão (parte aérea e menos fibrosa) picados
1 cebola em rodelas
Noz moscada
Sal
5 colheres de sopa de Azeite de Oliva extra virgem
Farinha de mandioca

1. Lavar bem a quinoa para retirar a saponina, cozinhar em água até ficar "papa", adicione o sal somente após o cozimento.
2. Em uma frigideira doure a cebola até ficar dourada, adicione o manjericão e as folhas e hastes do picão, mexa e desligue o fogo.
3. Misture todos os ingredientes e forme uma massa, adicione a farinha de mandioca aos poucos até dar liga, ajuste o sal, adicione a noz moscada e prove. Forme hambúrgueres e doure todos eles, ambos os lados, em uma frigideira de ferro com um fio de azeite. Sirva com as florzinhas do picão e molho de tomate.