Tuesday, January 19, 2016

Broto de amaranto

.uma experiência pink.





Este brotinho delicado tem as hastes cor de rosa e a sua folha é verde, muito lindo. Ele pode ser usado para finalizar a salada, dar um grau no teu canapé e até botar no suco, mas sei lá, acho muita beleza para triturar. 

Se preferir ver a planta se manifestar é indicado plantar diretamente na terra (chão) ao invés de usar o vaso, sim. Belo!
Existem muitas espécies de amaranto, eles estão por todo canto inclusive, mas este broto aqui é feito com a semente do amaranto que cresce e tem flor rosa, sabe? Não é aquele que o pessoal come como espinafre. No mercado você encontra como amaranto em grão.

Para quem me conhece bem sabe, tenho um carinho especial por ele e faz um tempo comecei a pesquisar mais a fundo, especialmente estes que podemos comer as sementinhas. E sabe que não encontrei muita referência em relação a brotar ele? A primeira vez que plantei fiquei muito feliz em ver este lindo crescer tão forte e colorido, aqui mostro fotos dos brotos e como depois eles ficaram grandões, com flor e tudo!

Olha esta turma de brotos plantados no jardim de casa, direto no chão, em meados de 2013:



Conforme  o lote e a qualidade da sementinha a manifestação da planta é diferente. Este aqui é  diferente do anterior, foi em 2014, a haste não ficou tão pink e foi plantado em um vaso de barro:


Agora olha ele grandão, tá preparado(a)? Aqui no quintal de casa, divando entre as flores de Cosmos, lindoooooooooooo woooooooo:


(provavelmente este é o Amaranthus cruentus, se eu tiver errada por favor me corrijam)



Quer tentar fazer?

sementes de amaranto (amaranthus cruentus, hipocondriacus e caudatus) 
terra saudável
vaso 
água

Existem algumas maneiras de fazer os brotinhos <pois é> vou te contar duas que são interessantes e já experimentei. A primeira forma é germinando as sementes e em seguida colocando elas na terra e, na segunda opção, deixamos as sementes de molho por aproximadamente 6-8 horas, escorremos e em seguida colocamos na terra.

[Se você nunca brotou antes seguem algumas instruções]

Faça esta experiência: coloque a terra no vaso e distribua os grãos pela superfície  polvilhe terra por cima e regue  uma vez ao dia até que todos se apontem para cima. O ideal é deixar em ambiente externo com luz indireta, e somente quando o broto começar a se formar colocar no sol. Isso pode levar em média uma semana! O broto fica pronto quando surgirem duas folhinhas e, dependendo da semente, a haste é um tom de rosa tão lindo!

Se você realmente nunca germinou ou brotou algo antes sugiro dar uma espiada no site do terrapia, ali esta cheio de informações valiosas, a pesquisa é séria e o trabalho, além de tudo, é social.

Aproveite para conhecer a Doña Otilia, uma vendedora antiga de amaranto no México, fofíssima:



Monday, January 18, 2016

Uma ceia vegetariana

.lentilha, louro, arroz e romã.

Pela manhã coloquei 2 xícaras de grão de bico para hidratar imaginando que materializar um hommus seria bom para iniciar. Com pouco esforço e algumas mensagens por wasap consegui juntar 14 pessoas, um bom número para quem não planejou nada para a noite de ano novo.

Um pouco antes do pessoal chegar preparei uma massa de tortilha de trigo e deixei descansar. Quando a Paulinha chegou ensinei ela a abrir  a massa e pronto. Pedro que morou no México disse que lembrou as tortilhas caseiras que comia por lá.

A Susana chegou tipo 23:30 com a lentilha ainda no saquinho. Quando bateu meia noite a mesa estava pronta, parece mentira né? Já sabia que ia ser arroz com lentilha, preparo fácil, chamado Mjadra. Sabe? Pode ser que você já comeu e não sabia que este era o nome, aliás a primeira vez que me dei conta do nome foi quando morava com a Marie, e te conto mais, a receita esta aqui e  também aqui! Mas muito, muuuuuuuuuuuuuuuuuuito mudou desde que fiz pela primeira vez este prato.

Em ocasiões especiais gosto muito de fazer com arroz de risoto pois fica mais saboroso e naturalmente cremoso. Mas a receita tem um segredo, para poder cozinhar a lentilha JUNTO com o arroz recomendo o seguinte procedimento: lave a lentilha e coloque em uma panela, cubra com água e acenda a chama, assim que ferver escorra a água e pronto, você a deixou no mesmo ponto de cozimento do seu arroz. 

É isso, te conto a receita da minha primeira Mjadra de 2016! E como eu amo fazer este prato, especialmente quando somos em muitos.

Mjadra 2016
(atenção! Esta não é uma receita tradicional, uso outros temperos)

800 g de arroz arborio
500 g lentilha miúda

temperos:
3 bagas de cardamomo (abra descarte a casca e use somente as sementinhas pretas que estão dentro)
5 dentes de alho com a casca cortados ao meio
3 un de cravo-da-índia
1 pedacinho de macis
2 cebolas picadas
1 ramo de segurelha
1 ramo de tomilho
3 folhas de louro
Azeite
Água
sal

5 cebolas médias em rodelas e super douradas em manteiga ou azeite de oliva

1. Prepare a lentilha conforme a dica acima. Aqueça água.
2. Aqueça uma panela rasa de barro e adicione o azeite e adicione todos os temperos, exceto os ramos de ervas. Mexa bem até a cebola ficar transparente  então adicione os grãos, mexa,  cubra com água e ajuste o sal. Não sei te dizer agora o quanto de água. Se você ficar inseguro(a) cubra e deixe sobrar uns 2 cm de água.
3. Quando ferver abaixe o fogo e adicione as ervas. Cozinhe por 10 minutos ou até a água secar e os grãos cozinharem, se for necessário adicione mais água. Lembre-se que se for preparar na panela de barro é indicado desligar um pouquinho antes do ponto, afinal ela fica tão quente que o cozimento continua  mesmo com o fogo desligado. É isso, finalize com um fio de azeite e cebola dourada por cima.

Servi com legumes grelhados na chapa, hommus, tortilha feita na hora e um molho de romã. Pratos tipo assim, antigos.



A berinjela e a abobrinha não escondem segredo, é só fatiar e dourar em uma chapa bem quente e com pouco azeite. Como era ano novo o Roberto Samuel  trouxe romãs que colheu na árvore de sua casa e juntos preparamos um delicioso:


Te conto, a receita é simples. O mais difícil é tirar as sementes da romã, mas bem não fui eu quem fiz esta parte. Enquanto eu grelhei os legumes Roberto separou as sementes e assim foi, cozinhamos juntos papeando. Assim é bom, não é?

Ingredientes para o molho:

4-5 romãs médias
Mel
Azeite
1 limão siciliano 
sal


1. Corte a romã ao meio e retire todas as sementes, não deixe nenhuma parte branca pois pode prejudicar o sabor do nosso molho. Não é difícil, só é preciso ter paciência e boa vontade, virtudes ué.
2. Coloque as sementes em uma louça linda  e finalize com o suco do limão, um fio generoso de mel, um fio generoso de azeite e misture bem. Ajuste o sal e pronto. Não precisa por muito sal, é legal deixar o doce da romã e do mel sobressair.
3. Sirva sobre os legumes ou como preferir.

Neste vídeo ensino fazer o vinagrete de Romã, parece igual mas é diferente:





E antes de jantar Roberto nos desejou poucas e boas para 2016 e então recitou este lindo poema de Fernando Pessoa:

"Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."