Friday, November 2, 2012

O bolo de aniversário da Evelyn

.sem glúten, adoçado com mel e frutas.



Ela fez niver e me chamou para cozinhar, e o melhor foi o bolo!
Ficou uma delícia e acabou.
Teve repeteco dos convidados e foi servido no jardim do fundo enquanto o sol foi baixando pouco a pouco...
Esta receita foi inspirada de um bolo da revista eatingwell, mas com algumas mudanças, claro.

(lembranças)
Aprendi a fazer bolos clássicos quando trabalhei com  o Henri Schaeffer. Penso que ele deve ser o melhor chef de confeitaria francesa e pães em SP , tipo um mago provençal super sensível, e poucos sabem que ele esta por trás de receitas de boleiras famosas.

Mas a vida me fez adaptar essa coisa clássica com algo menos doce e mais integral, mas não me pergunte porque.

Vamos ao bolo!

Usei 3 formas redondas em tamanhos diferentes, pois no final montamos um bolo igual de desenho animado, formando uma torre.

Você pode também dividir esta receita por 4 no caso de um bolo menor para o dia a dia. A cobertura é dispensável se quiser algo mais suave.

Bolo de amêndoas, mel e tâmara

(para 40 pessoas)

Bolo

16 ovos caipiras de verdade (separar gema e clara)
6 xícaras de farinha de amêndoas (com a pele)
2 xícaras de mel
1 fava de baunilha
3 bananas amassadas

Cobertura

500g tâmara sem caroço
10 bananas maduras amassadas
canela em pó

Xarope

Mel
Água
1 laranja

Gerânios para decorar

Preparo:

1.Aqueça o forno a 200 graus. Bata as claras em neve e reserve.
2. Bata a gema com o mel e as sementinhas da baunilha na batedeira com o globo por alguns minutos, adicione a banana amassada e por último a clara em neve delicadamente com uma espátula/pão duro. Mexa com cuidado para não perder o ar.
3. Coloque em 3 formas  untadas e com um papel manteiga no fundo. Asse a 180 graus por 3o minutos ou até um palitinho sair limpo.
4. Para fazer a cobertura: deixe a tâmara de molho em água por 4 horas e então triture com a banana e a canela até formar uma consistência interessante para cobrir.
5. Assim que esfriar o bolo desenforme com muito cuidado, se necessário utilize uma faca para auxiliar a saída dele! Lembre-se, ele não tem glúten e fica mais delicado.
6. Pincele o xarope sobre a base maior e coloque um pouco da cobertura, siga com o segundo bolo e repita o processo até colocar o último. Cubra todo o bolo com a cobertura com a ajuda de uma espátula e finalize com flores de gerânio ou qualquer outra comestível.

Atenção! Não fique abrindo o forno pois este é uma espécie de pão de ló e pode rapidamente murchar.

Dica: Você

Segredinho: Em um futuro próximo tenho este sonho de fazer um livro só com os bolos que fiz de aniversário, pois a receita nunca se repete e cada uma tem uma histórinha, pois são pessoas especiais.
É  legal de verdade fazer bolos, especialmente de datas especiais. Mas eu acho que fazer o bolo deveria fazer parte da festa.

Tchau!







4 comments:

caroline said...

Que delícia de receita! Super legal o seu jeito de lidar com a comida, Rita! Blog lindo!
Obrigada por compartilhar tanta coisa bacana!

António Jesus Batalha said...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e muita paz e saude.

CamileVergara said...

Quero muito fãzer essa receita pra festinha de um ano do meu bb. Mas eu nunca tentei. Vc acha mt arriscada?

CamileVergara said...

Quero muito fãzer essa receita pra festinha de um ano do meu bb. Mas eu nunca tentei. Vc acha mt arriscada?