Friday, December 25, 2009

Moqueca de banana da terra com inhame

.diretamente da terra da moqueca.


E lá vamos nós em variações de moqueca conforme os dias passam.

A Bahia tem tudo de bom e uma de ruim: dengue, por isso o inhame. Além de ser delicioso dizem por aí que ele ajuda a prevenir contra a doença que o mosquitinho transmite, por aqui somos picados diariamente e mal sei qual foi e por onde o mosquitinho andou, mosquitos são promíscuos...e inhame é uma delicia!

Lá vai a receita:

3 bananas da terra
2 inhames sem a casca
1 cebola em rodelas
1 dente de alho
2 limões
sal
pimenta calabresa
1 pimentão amarelo
1 pimentão vermelho
2 tomates em meia lua
200 ml leite de coco
coentro fresco picado
raiz de coentro picadinha
3 cardamomos
sal a gosto
2 colheres de sopa de Óleo de coco virgem

Preparo:

1. Pique a banana (sem a casca) em pedaços de 4 cm e o inhame em rodelas, misture com alho amasado, as raizes de coentro, sal, pimenta e limão, deixe marinar.
2. Pique os pimentões em rodelas e misture com a cebola e os tomates.
3. Pegue uma panela de barro e forre com metade da mistura de pimentões, salpique sal, coloque a marinada em cima e termine com a outra metade, salpique mais sal, coloque o leite de coco por cima, as sementinhas de cardamomo (fora da casquinha) e leve ao fogo. Assim que ferver baixe o fogo e cozinhe por 15 minutos ou até tudo ficar cheiroso e cozido.
5. Finalizar com coentro picado e óleo de coco por cima.
Servir com farofa.

Sunday, December 13, 2009

laranjas

.resquicios de uma fazenda.



Molho de laranja com mostarda e mel

Ingredientes

1 xícara de suco de laranja
1/3 xícara de azeite de Oliva extra virgem
2 colheres de sopa de mostarda de dijon
3 colheres de sopa de mel
sal
pimenta cayena

Preparo:
1. Misture tudo com um batedor de cozinhas ou garfo, acerte o sal e sirva com salada verde.

Sunday, December 6, 2009

Tapete cor de rosa púrpura

.coisinhas que valem a pena viver.



Depois de um beijo veio uma fruta, da época, o Jambo.
De origem asiática tem o vermelho que veio da Malasia e o cor de rosa que é indiano. Até parece que ele é daqui da Bahia de tão bem que ele vai.

Passei o dia sozinha, um dia tranquilo, suave e ensolarado.
Fui caminhando até a praia e no meio do caminho parei com uma surpresa, um tapete rosa sobre a grama, fiquei paralisada olhando sem entender a beleza, oferenda? Olhei pra cima, percebi que estava embaixo de uma árvore com poucas flores da mesma cor que o tapete, fui dando passos para trás e me supreendi, como pode ser tão lindo?
Voltei ao meu caminho.
Mais tarde voltando por outro caminho trombei outra árvore fazedora de tapetes cor de rosa (e jambo) e não consegui passar batida sem parar de novo e perceber alguns detalhes. Cheguei, sentei e registrei para mais tarde lembrar que existe coisa tão mágica nesse mundo. 2 dias depois me dei conta que o tapete é efêmero e tua beleza de cor dura pouco em um lugar com tanto sol que é a Bahia. A cor rosa quase purpúra agora era vermelho apagado quase terra.
Pois bem, jamais vou poder comprar um tapete de flores de jambo para colocar no meu quarto (que bom), mas quem sabe o ano que vem se tiver sorte e olhos bem despertos.

Thursday, December 3, 2009

Sobre pepinos


Pois eu disse a ele que jamais havia experimentado pepino com queijo e não recomendaria, alertei para não me escutar mas ele o fez. 3 dias depois fui assistir Julie and Julia (ótimo filme, indico) e em um momento do filme uma das duas diz: pepinos assados (!!!!) estou vidrada neles... lembrei dos pepinos com queijo Na hora e me senti mal, imagine, pepinos assados devem ficar estranhamente ótimos. Como alguém pode limitar mentalmente a combinação desarmônica de algum preparo culinário? Me senti péssima e logo hoje voltei a pensar nos pepinos enquanto dirigia e lembrei de algo: Salada grega! É óbvio que pepinos ficam classicamente ótimos com queijo ( o queijo feta), como posso ser tão limitada? E o pior: meu ego. Me desculpe.

Segue uma receita de pepino com queijo

Salada grega

Ingredientes:
- 1 pepino japonês em cubos
- 1 tomate italiano maduro em cubos
- 1 cebola roxa em cubos
- azeitonas gregas
- 1/2 xícara de queijo feta em cubos*
tempero:
- folhinhas de dill
- orégano a gosto
- bastante azeite de oliva
- pimenta do reino
- limão
- sal

Bom existem muitas versões de receitas de salada grega mas esta é uma básica que gosto.

Preparo:
1. Misture todos os ingredientes do tempero em uma travessa e acerte bem o sabor, coloque os demais ingredientes em cubos por cima e mexa bem. Servir como entrada ou acompanhamento.

Dica: Se a cebola estiver muito forte para você deixe-a de molho por uns 5-10 minutos em água filtrada, coe e então utilize, ela vai ficar mais suave...
* Se quiser baratear use um queijo minas fresco, e se quiser a versão vegan substitua por tofu.

Wednesday, December 2, 2009

Resquícios tropicais

.farofa de mandioca com banana e licuri.


Cheguei contente da vida de viagem e, inspirada, fiz uma farofinha temperada com coquinhos.

Esse tal coquinho e se chama Licuri, dá em uma  palmeira nativa e cresce desde o norte de Minas Gerais até o nordeste acima. Por ser saboroso e pequenino tem um potencial gastronômico ótimo, logo logo os chefs começam a usar e ele cai na moda.
Fora da casca ele rancifica rápido e é aconselhavel torrar para armazenar, boa parte da produção de licuri vem do norte da Bahia, uma região chamada Piemonte da Diamantina, onde é manipulado por uma cooperativa (a coopes) que armazena e produz alguns preparos.
Experimente substituir o licuri pelas lascas de coco fresco!

Farofa de mandioca, banana ouro e Licuri
(com coentro, hehe)

2 a 3 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem*
2 cebolas em rodelas
1 xícara farinha de mandioca
3 unidades de banana ouro
1 raiz de coentro em rodelinhas
2 cebolinhas em rodelinhas
2 colheres de sopa de coentro picado
2 colheres de sopa (ou mais) de licuri torrado
1/2 colher de sopa de cúrcuma em pó (açafrão da terra)
1 pitada boa de pimenta cayena em pó
sal

1. Aqueça uma frigideira e doure a raiz de coentro e a cebolinha no óleo. Adicione a farinha, a cúrcuma, as bananas e mexa bem. Cozinhe até dourar levemente a farofa.
2. Adicione o coquinho, a pimenta e as ervinhas por último.
3. Pronto é só servir quente ou fria em cima do arroz.

Optei por utilizar o óleo de coco pois é uma gordura boa e achei que interage com os outros ingredientes tropicais.

Tuesday, November 24, 2009

variedades modernas

.desculpem-me as receitas.


A gente não quer só comida, a gente quer yoga, viagem e arte!
Ah, a gente quer aprender a amar também...

Wednesday, November 18, 2009

Guacamole sem coentro

.para sociabilizar.


Era uma noite tranquila na casa da amiga...

Chegou feliz, falando alto e me abordou:
- Hmm fazendo Guacamole, vai por coentro?
(Não tive nem tempo de responder e ela retoma)
- Odeio coentro!
Me olhou com os olhos esbugalhados e insistiu:
- Odeio! Odeio! Ja mudei um cardápio de um grande evento para tirar ele (o coentro) fora, você vai por coentro?
- Bom, hamm.. não sei ainda... vou perguntar se tem né, na verdade eu gosto bastante!
- Nossa eu odeio.
E saiu andando.
Alguns minutos depois, enquanto picava orégano fresco, ela chega, olha e diz:
- Coentro?
- Orégano!
E depois dessa ficamos amigas, mais tarde conversamos e demos boas risadas enquanto a filha devorava a guacamole sem coentro, ainda bem que eu omiti a erva né?


Guacamole
Receita

- 1 abacate médio maduro
- 1 tomate sem semente em cubos
- 1/2 cebola em cubos
- 2 colheres de sopa Azeite de Oliva Extra virgem
- 3 colheres de sopa de orégano fresco picado
- suco de 1 limão
- Pitada de páprica picante
- 1/2 pimenta dedo de moça sem as sementes em cubinhos
- Sal
- Pimenta do reino

Modo de preparo:
1. Amasse o abacate com um garfo e adicione os demais ingredientes, misture bem, finalize com um fio de azeite e sirva com torradas crocantes de milho.

Thursday, November 12, 2009

Pão integral com cebola e ervas

. fase pão nas casas .

.resquícios de um aniversário.

Ele adora pão e sei que gosta de comer também, e eu adoro ele. É o Ricardão meu tio!
Comeu deste aqui, gostou, pediu a receita e eu prometi que ia colocar no blog.
Rimos.
E aqui estamos.

Pão de cebola com ervas

Ingredientes:
3 cebolas em rodelas
1 punhado de ervas frescas: usei orégano, manjericão e tomilho
5 xícaras de farinha de trigo*
3 xícara de farinha de trigo integral*
3 xícaras de água
3 colheres de sopa de azeite de oliva bom
1 pacotinho de fermento granulado (10g)
1 colher de sopa de sal marinho
2 colheres de sopa de mel

*Dê preferência as farinhas orgânicas.

Preparo:
1. Refogue a cebola em um pouco de gordura até ficar transparente e começar a dourar, reserve.
2. Lave bem as ervas e pique bem.
3. Em uma bacia grande mistue todos os ingredientes secos, a cebola com as ervas e mexa bem, adicione por último a água, com o azeite e o mel.
4. Com as mãos limpas comece a mexer lentamente até formar uma massa bem macia, sove bem por aproximadamente 10 minutos, se necessário acrescente mais farinha. Assim que a massa estiver bem macia faça uma bola, polvilhe farinha e cubra com uma pano. Deixe dobrar de volume.
5. Abaixe a massa com as mãos tirando todo o ar possível, amasse mais um pouco e modele teus pães como preferir. Coloque em forma polvilhada com farinha e deixe crescer até dobrar o volume, polvilhe um pouco de farinha por cima e leve para assar em forno bem quente por 10 minutos, abaixe o fogo e asse por mais 20 minutos ou até dourar.
6. Servir com azeite ou manteiga.

Saturday, October 31, 2009

Biscoitinhos de aveia integral

.segredos de infância.



Escapuliu em um site de grãO-fino esta histórinha e receitinha de biscoitinho de aveia.

Logo a mama faz aniversário e fiz esta em agradecimento a ela.
Afinal o que eu mais posso fazer é agradecer por ela me deixar adentrar neste mundo por ela (porque eu escolhi bem escolhido).

Monday, October 26, 2009

Resquícios de um almoço

.entre amigos.



Depois de passar por uma crise surge um milho verde refogado.

2 espigas de milho debulhadas
2 tomates em cubos
1 alho poró em rodelas
1 colher de chá de massala
1 colher de café de cubinhos de cúrcuma fresca
1 colher de sopa de óleo de coco
3 colheres de sopa de leite de coco
manjericão fresco picado
1 pitada de pimenta cayena
sal

Cozinhe os grãos de milho no vapor e reserve.
Em uma frigideira sautese aquecida coloque o óleo de coco e refogue o alho poró, acrescente a massala e o milho. Assim que começar a fazer barulhinho coloque os tomates e o leite de coco, levante fervura e desligue o fogo.
Finalize com o sal, pimenta e manjericão picado.

Dica: Para acompanhar arroz ou couscous marroquino

Monday, October 5, 2009

E eu aqui

.com o coração na mão.


Vou contar a verdade que ando um pouco desanimada com este blog.
Faz um tempo que alimento isto aqui igual jogar moedinha na fonte, sem saber porque, pra que e por quem.
Estaremos chegando ao fim?
Ou será só um drama?
Mudanças?
Qual o propósito disso aqui? Eu nunca parei pra pensar nisso.
Estou sendo sincera ao estilo desabafo ao além, afinal isso aqui é como conversar com o infinito. Aliás, tem alguém aí?
É só uma questão de reorganizar a direção desta energia.
Tem uma boa idéia?
Enquanto não cometo o suícidio de algo que nem existe de fato, vai mais uma receita.
Ai que drama...

Biscoitinho de damasco e coco

.resquícios do final de semana.

Ingredientes

- 70g óleo de coco virgem orgânico
- 80g farinha trigo integral (preferência orgânica)
- 80g farinha de trigo (preferência orgânica)
- 60 g farinha arroz integral
- 60 g açúcar demerara orgânico
- 2 colheres de água
- 1/2 xícara de damasco turco em cubos
- raspinhas de 1 limão
- 3 colheres de sopa de iogurte natural
- 2 colheres de café de bicarbonato de sódio
- 1 pitada de noz moscada

Preparo:

1. Lave bem as mãos.
2. Misture as farinhas e o óleo com as mãos até formar uma farofa.
3. Acrescente os demais ingredientes e com a ajuda de 2 colheres molde biscoitos e coloque em uma forma untada.
4. Asse a 180g até ficar dourado.

Para fazer um biscoitinho vegan troque o iogurte por leite de coco.

Friday, September 18, 2009

sonho

.porque é tão difícil me expressar durante o dia?
.
sonho, desperto, saudade, intenso, acorda, medita, idéia, escreve, cola, olha, pensa, anda, descasca, amassa, germina, reflete, rejuvelac, toma, conversa, despede, anda, paga, agiliza, ri, canta, espera, conversa, atende, conta, escuta, anda, procura, olha, anda, estaciona, entra, pergunta, procura, pensa, desiste, anda, liga, se limpa, veste, pinta, arruma, sai, assiste, ri, diverte, abraça, beija, elogia, convida, despede, chega, conversa, filosofa, conta, compartilha, senta, escreve, desenha, arruma, modela, cria, não fecha, não para, desperta, vive, de noite e dia.

Mjadra improvisado

.arroz integral com grãos e cebola.

.tipo cozinha árabe.

Cheguei em casa, de um dia intenso e me lembrei que havia só tomado café da manhã e Ela me disse o mesmo.
Não tinha nada de "frescos" pela cozinha, comecei a procurar e só aparecia "secos":
- Tem arroz!
- Hoje pensei em arroz com lentilhas.
- Esse arroz é de risoto mas é integral, hmm...
- Tem cogumelos secos? podemos fazer risoto.
- Não temos... mas temos cebolas, algo que não é seco!!
- Porque não faz um Mjadra?
- Um que?
- Da culinária árabe...

Me ensinou e saiu! Ficou delícia para quem não tinha "nada" em casa.

Mais tarde com as amigas:

- Jantou o que?
- Miojo!
- Quem mandou ter em casa! Nós hoje fizemos Mjadra com o que tínhamos também.
Ouvi a conversa refletindo e pensei que adoro essa diversidade...

Mjadra improvisado

receita

Ingredientes:

- 2 cebolas grandes
- 1/2 xícara de lentilhas
- 1 xícara de arroz integral de qualidade (cateto ou outro de grão curto)
- 2 colheres de ghee
- 1 colher de tempero árabe
- 1/2 xícara de centeio germinado* (opcional)
- Pimenta calabresa
- 1 cravo
- 1 folha de louro
- 1 cm de cúrcuma fresca em cubinhos minusculos
- sal marinho


Preparo:
1. Ferva a lentilha por 15 minutos com o louro e uma pitada de sal, escorra e reserve.
2. Fatie as cebolas e doure em uma frigideira no ghee até caramelizar, reserve.
3. Na mesma panela da cebola adicione o arroz e frite levemente com o tempero árabe, adicione mais ghee se necessário, acrescente a lentilha, o cravo, a cúrcuma e a pimenta. Mexa bem e coloque 3 xicaras de água mineral, acerte o sal, levante fervura e cozinhe em fogo baixo até evaporar toda a água, não deixe secar muito. Quando estiver quase finalizando o cozimento adicione o centeio.
4. Assim que estiver cozido finalize com as cebolas por cima e sirva.

*Utlizei grãos de centeio que foram utilizados para fazer Rejuvelac, não precisa ser germinado pode ser cozido também.

Thursday, September 17, 2009

negociando um cardápio bacana


Entramos no recinto marcado e logo nos disponibilizaram uma mesa.

E enquanto aguardávamos o café logo disse:

- Que tal uvas para acompanhar? Ficaria lindo na mesa junto com os outros pratos...
- Uvas? Acho que não, muito bacana.
- Bacana? Como assim? Tipo parece muito de gente bacana? Desculpe não entendi.
- Sabe Rita, na Roma antiga durante os bacanais eles serviam uvas nas mesas e as pessoas ficavam se deliciando, acho que não...
- Ah ta. Entendi... bacana de bacanal.
Fez uma cara de desprezo e continuamos na negociação.
Antes de ir embora disse:
- Moranguinhos vai ter né?
- Morangos? Hm... sim claro morangos.

Thursday, September 3, 2009

A erva doce e suas possibilidades

.Vata's Special.

.ela assada.

Ah! A erva doce... saborosa e cheia de água, versátil mas muitas vezes ignorada por teu sabor forte.
Pode ser usada do bulbo até as folhas, sem jogar nada fora. Coloque no suco verde para incrementar o sabor e acalmar os vatas (piadinha para os ayurvédicos).
O bulbo em fatias fica delicioso em salada com damascos e também quando braseado, com vinho branco, é divino.
Aqui te passo uma receitinha dela assada com farofa.

Erva doce assada com farofinha de ervas

1 bulbo grande de erva doce, 2 médios ou 4 pequenos (geralmente as orgânicas)
5 colheres de sopa de azeite de Oliva extra virgem
salsa fresca picada
cebolinha picada
manjericão picado
1 dente de alho amassado
sal
pimenta cayena
pimenta do reino
5 colheres de sopa de farinha de mandioca fina

Preparo:
1. Corte o bulbo em pedaços grandes e cozinhe no vapor por 2 minutos, besunte com uma colher de azeite de oliva e disponha em uma louça de ir ao forno. Misture os demais ingredientes formando uma farofinha úmida e salpique sobre a erva doce, leve ao forno e asse por 30 minutos em fogo médio ou até dourar por cima.
Sirva quente.
Sugestão de acompanhamento: amigos e couscous marroquino.

Wednesday, September 2, 2009

textura de areia

.caderno de observações.

.rabiscos com lápis de cor e canetinha em Rio de Janeiro experience.

Aninha foi comigo na parte da frente, diferente dos outros dias em que eu ia contra o vento sozinha. Me chamou a atenção apontando os homens que colocavam a grama na calçada da lagoa, me perguntava porque eu não pedalava mais rápido, me chamava de doida.
Na praia encontramos Carol que tomava sol próximo a barraca do Moisés, colocamos biquíni e começamos a desenhar. Mais pessoas foram chegando e o dia seguiu frente ao mar com sol, amigos, histórias, água de coco, lápis de cor e areia. Assim que o sol começou a baixar uma luz linda pintou tudo de dourado e bolinhas de sabão surgiam sob a nossa visão. Fui seguindo as bolhas com o olhar e logo vi o homem que fazia  bolhinhas de sabão, uma cena linda se formou e logo se foi junto com o sol que se escondia.
Iniciava ali mais um fim de dia bom.

Friday, August 21, 2009

Quinoa cozida com temperinhos II

.para começar o que nunca termina.

.simples, rápida e perfeita para segundas feiras chuvosas.

Se tem alguma coisa que serve em um jornal na minha opinião são as tirinhas de desenho, os quadrinhos rápidos e divertidos que ficam geralmente na parte de cultura. Quem lê ou já leu estas tirinhas talvez reconheça que o Garfield odeia segunda-feira e adora lasanha, e esta receita aqui é pra cutucar ele.

Ingredientes

- 3/4 xícara de quinua (ou quinoa?) em grão
- 1 1/3 xícara de água mineral
- 1 batata doce em cubinhos lindos
- 1 colher de chá de massala (eu usei uma defumada da Patagônia que ganhei do amigo Alê) ou qualquer curry pronto
- 1/2 colher chá pimenta calabresa (cuidado que arde!!)
- 2 folhas de acelga fatiadinha
- 1/2 colher de sopa de ghee
- 1/2 cebola em cubos
- sal a gosto

Preparo:
1. Refogue a cebola no ghee, junte a massala e a pimenta e mexa bem, adicione a quinoa e cubra com a água. Levante fervura, abaixe o fogo, adicione a batata doce e acerte o sal, cozinhe por 15 minutos ou até ficar bom. Desligue o fogo e finalize com a acelga picadinha, mexa bem e sirva.

coisinhas simples

.porque ser feliz é isso.

Tuesday, August 18, 2009

Suco verde Vata

.para depois da meditação.

*para acordar acalmando

Este suco é para aquela turma que vive nas nuvens...

Ingredientes

- 1 maçã picadinha
- 2 colheres de amêndoa germinada
- 1 punhadão de salsinha fresca
- 3 hastes de capim santo
- 3 folhas de couve orgânica
- 1 pepino

Preparo:
Coloque tudo no liquidificador (menos amêndoas e pepino) e ligue, com a ajuda do pepino vá pressionando os ingredientes em direção a hélice até que tudo flua muito bem, adicione as amêndoas e bata mais um pouco. Coe em um pedaço de voal pressionando bem entre os dedos, este líquido verde que escorrer é o suco! Não demore para tomar...

Sunday, August 16, 2009

Comida Viva no Terrapia

.para por mais vida na tua vida.

No primeiro semestre deste ano frequentei um curso de comida viva no Rio de Janeiro ministrado por M. Luiza Branco, um projeto chamado Terrapia que fica sediado dentro da FioCruz (Fundação Oswaldo Cruz).
São 4 meses de informação de primeira qualidade aliada a boas práticas culinárias e ecológicas oferecidas 1 vez na semana, o curso é gratuito e acontece 2 vezes ao ano.
Mesmo morando em São Paulo só faltei 1 aula e o vai e vem da ponte-aérea Rio_SP valeu super a pena pois é um aprendizado pra vida que faculdade nenhuma se atreve a ensinar.
No último dia de aula temos uma "prova" que é uma festa, cada aluno deve levar um prato feito com semente germinada que depois todos oferecem. Neste dia o globo repórter estava lá colhendo informações sobre uma matéria de gordinhos e entrevistaram algumas pessoas que tiveram melhorias com a alimentação viva, é bem legal porque dá pra ter uma idéia do projeto pra quem não conhece, veja aqui.

Durante os 4 meses de aula aprendemos basicamente como germinar as sementes e fazer brotos, não é simples pois cada uma tem uma particularidade e o sistema do curso é fantástico pois através de lições de casa aprendemos semanalmente os segredinhos de cada capsulinha de informações que são as sementes. Adquirimos também conhecimento e prática de como fazer o suco verde, como preparar pratos com as sementes e outras práticas de higiene e saúde. É super! No final do curso ainda saímos com um certificado de germinadores.
Conheci o trabalho de Ana Branco (irmã de M. Luiza) em 2004 durante um congresso internacional vegetariano e entrei em contato pela primeira vez com as sementes germinadas, aprendi alguma coisa e voltei pra casa encantada e germinando. Fiquei sabendo destes cursos no Rio de Janeiro e guardei na gavetinha mental que queria fazer assim que possível. O tempo foi passando e só no inicio deste ano consegui concretizar o feito, na real mesmo germinando desde lá só agora depois de fazer o terrapia que eu realmente aprendi como é que se faz.
O que eu posso dizer de tudo isso é que a gente aprende muito com as sementes ao manipular elas além de ficar esperto com os locais que comercializam as sadias.

Para mais informações entre no site do Terrapia.

Sunday, August 9, 2009

Comida de yogui

.comidinhas que são antídotos.


Sabado agora eu e a Caru, uma mega terapeuta ayurvédica, vamos dar uma aula no yogapelapaz juntas! Vamos juntar conhecimento e oferecer aos interessados, vai ser algo bem básico a respeito dos bio-tipos de seres humanos que a ayuverda define como doshas e aí vou passar umas receitinhas específicas para cada um, acho que vai ser bacana. Será uma aula grátis lá no Sesc pinheiros.
É preciso se inscrever pois as vagas são limitadas, entre no site do yogapelapaz, procure o telefone do Sesc e coloque seu nome na aula Comida de yogui.

Mais informações:
Dia: 15 de agosto
Horário: 17:30
Local: Comedoria do Sesc

Friday, July 31, 2009

Sopa colorida

.delícias de inverno.

Neste mês que passou preparei algumas sopas para a Revista dos Vegetarianos.
Fiz em casa e levei até a editora para montar o prato e fotografar, as sopinhas viajaram!!!
Olha como ficou:







Tortinha de banana com cacau e avelã


Três coisas que eu adoro: banana, avelã e cacau, foi o que aconteceu aqui! Resultado de coisinhas que a gente gosta de fazer, comer e compartilhar.

Esta receita é secreta pois vai estar em um livro que esta para nascer no fim do ano, mas ela acabou escapando e apresentei ela na aula da feira NaturalTech que teve semana passada. Acabei fazendo uma parceria com o Dr.Orgânico que comecializa um óleo de coco das Filipinas maravilhoso! Para você ter idéia assim como um azeite extra virgem de qualidade tem produção no mediterrâneo e não no Brasil o Óleo de coco esta na mesma situação com a Filipinas que é o maior produtor e especialista na extração deste óleo. Os benefícios deste óleo no corpo é enorme mas vou me fixar apenas em seu delicioso sabor para um preparo de comer:

Tortinha de banana com cacau e avelã

Massa

4 colheres de aveia em flocos ou aveia germinada
4 colheres de purê de tâmara
½ colher óleo de coco
2 colheres de coco ralado

Creme
6 a 8 un de banana ouro
1/3 xícara de avelã germinada*
1 pitada de canela
suco de 1 de limão

Calda
1 colher de óleo de coco
1 colher de mel orgânico
3/4 colher de cacau em pó

Avelãs torradas para decorar.

Preparo
Misture todos os ingredientes da massa até formar uma massinha consistente. Molde a massa com a ponta dos dedos formando uma forminha.
Bata todos os ingredientes do recheio no liquidificador e recheie a tortinha.
Misture os ingredientes da calda, se o óleo de coco estiver cremoso ótimo, se estiver frio e duro procure amolecer antes em um banho maria. Coloque por cima do recheio e leve para gelar até que endureça a cobertura. Servir no dia.

*Para germinar a avelã deixe-a de molho em água mineral por 2 dias trocando a água 2 vezes ao dia.

Monday, July 27, 2009

Suco verde Pita



Como sempre ando fazendo experimentos.
As vezes chega meu irmão perguntando se não tem comida normal, desse jeito, mas bom somos todos dieferentes.

Este suco é bom pra quem é pita.

Pita é um dos 3 doshas (pita-kapha-vata) da medicina ayurvédica.
Esta perdido(a)? Não sabe o que você é?
Tente nestes sites:
whats.your.dosha
qual.dosha

Caso você se encontre Pita, experimente este suco pela manhã:

1 maçã
1 talo de salsão com as folhas
2 ramos de hortelã
3 ramos de salsinha
5 cm de folha de babosa*
3 folhas de alface
2 colheres de semente de girassol germinada
1 pepino

Corte uma das laterais da babosa e com uma faca retire a parte verde de um dos lados, raspe a polpa gosmenta para dentro do liquidificador, acrescente a maçã em cubos e os verdes. Coloque o alface por cima protegendo. Ligue o liquidificador e com ajuda do pepino vá socando os ingredientes em direção a hélice. Faça com que todos os ingredientes triturem até que tudo flua bem, acrescente então as sementes germinadas e processe mais um pouco. Com um pedaço de voal (um tecido fino furadinho) coe o suco espremendo com as mãos ou passe por uma peneira fina se preferir. Tome na sequência. Não guarde para depois pois a vitalidade do suco vai desaparecer.

*Se não tiver plantada em casa compre na barraca de ervas na feira

Saturday, July 25, 2009

Shake de banana com cacau e linhaça

Universal: *vegan *sugar free *gluten free *raw Uma das receitas demonstradas hoje no salão vegetariano na feira NaturalTech.
É sem açúcar, mas é doce.

Shake de banana & Cacau


Você vai precisar de:
- 1 liquidificador
- 2 bananas nanicas bem maduras
- 5 unidades de tâmara desidratada sem caroço
- 3 colheres de linhaça germinada*
- 1 colher de amêndoas de cacau crua**
e/ou 1 colher de cacau em pó (A Callebaut tem um orgânico cultivado na Bahia que é ótimo)
- 1 colher café de canela em pó
- 2 copos de água de coco

Para fazer: É só colocar tudo no copo do liquidificador e deixar bater bem, até ficar ultra-cremoso.


*Para germinar a linhaça deixe-a na água por uma noite, de manhã escorra, lave bem e coloque em uma peneira, vá lavando 2 vezes ao dia separando bem as sementes. Se a semente for boa em 2 dias germina, sai um "narizinho" pra fora.
** A Alice do Floralí comercializa!

Tuesday, July 21, 2009

O cerrado


O cerrado é lindo e a Chapada dos Veadeiros é recheada dele.
A árvore barriguda é um personagem bem divertido no meio daquela cena seca, dizem que ela tem água dentro da barriga...
Veja as impressões de viagem aqui.

Sunday, July 19, 2009

Crumble de maçã, maracujá e granola


Acabei de voltar de São jorge - Chapada dos Veadeiros - e devo confessar que estou feliz.
O intuito da viagem foi participar de um workshop de yoga e tinha pessoas muito queridas por lá.
Um dia lá na casa do Rodrigo aconteceu este crumble aqui, te conto.

1 dúzia de maçãs
1 tablete de manteiga sem sal ou ghee
4 xícaras de granola
1 xícara de açúcar mascavo ou rapadura ralada
Suco de 2 limões cravo (também conhecido como limão rosa ou limão da roça)
Canela em pó
4 colheres de farinha de milho não transgênico
Polpa de 1 maracujá (com semente e tudo)

Muito fácil:
Fatie as maçãs (com casca e tudo) bem fininhas e misture com o suco de 1 limão, a canela e 1/3 do açúcar, disponha sobre uma forma untada.
Misture todos os outros ingredientes com as pontas dos dedos até formar uma farofa, acrescente também raspinhas da casca do limão e canela. Coloque este preparo sobre as maçãs e asse por 50 minutos ou até a parte de cima dourar.
Servir com chá de hortelã, e se possível uma bolinha de sorvete de iogurte.

Bjo!

Wednesday, July 8, 2009

Comes e bebes do jardim

.flores de comer.



São muitas as flores de comer, mas as rosas são especiais.
Procure rosas que NÃO são de floricultura, pois estas vão te envenenar aos poucos.

Cultive! Peça para aquele vizinho que tem um invejoso jardim de rosas na frente da casa ou compre em mercados especializados*


Água aromatizada com Rosas brancas
.que acalma e refresca o dia.

1 litro de Água mineral
3 unidades de rosa branca*
Preparo: Mergulhe as pétalas na água e deixe-a por no mínimo 10 minutos para que a informação da rosa se acomode na água.

*Pode ser encontrada em supermercados ou mercearias especializadas na parte de orgânicos ou verduras especiais.

Friday, July 3, 2009

comida de yogui

desenho em caneta nanquim, 2008


Olha só, algumas dicas e receitas selecionadas daqui agora também vão estar na seção "comida de yogui" no blog do yoga pela paz, um grande evento sobre yoga e ayurveda que acontece agosto em Sampa.

Dá um puo lá: yoga pela paz
O conteúdo do blog é bem interessante e bastante pertinente aos dias atuais. Veja a programação do evento no site também.

Saturday, June 27, 2009

Sopa cor de rosa clarinho

.inhame com tomate.

Sopinha apimentadinha e deliciosa neste frio. Tudo bem, a pimenta engana a gente "ahhh o picante esquenta neste inverno", mentira! O picante da pimenta em primeiro lugar não é sabor e sim uma sensação, e segundo é um alimento de país quente. Sim! Aquecendo o corpo por dentro ela serve como um ar condicionado natural tornando o calor externo mais fresco. Um contraste.
Pois é a sopa ficou quente, picante e refrescante! Cheia de sensações...

Ingredientes:

- 4 inhames
- 2 tomates
- 1 colher de óleo de coco virgem
- 1 cebola
- 1/2 colher de café de pimenta calabresa
- 1 folha de louro
- Salsa fresca picada
- Água

Preparo:
1. Em uma panela de barro doure a cebola no óleo de coco, adicione o inhame sem casaca em pedaços, o tomate picado e mexa bem. Cubra com água e adicione a pimenta, sal e louro.
2. Cozinhe por 15 minutos em fogo baixo. Desligue, processe até ficar um creme cor de rosa claro, se necessário adicione mais água.
3. Finalize com salsa picada e sirva com lascas de castanha de caju tostado.

Friday, June 26, 2009

Pão de sementes




Este pão foi feito para um café da manhã após uma prática de yoga, não sobrou nem um pedacinho para contar história!
Só a receita:

Pão de sementes
Rendimento: 2 pães grandes

560ml água
300g farinha orgânica
300g farinha integral orgânica
200g farinha centeio orgânica
30g mel
20g sal
20g fermento
30g girassol
30g gergelim torrado
30g semente de mostarda preta
30ml iogurte
60ml azeite

Preparo:
1. Misture tudo em um recipiente grande e amasse até formar uma massa consistente.
2. Polvilhe uma bancada de superfície lisa e limpa e amasse com as suas mãos até a massa ficar bem lisa e macia, forme uma bola, cubra com farinha e cubra para crescer.
3. Quando a massa tiver dobrado de volume abaixe-a tirando todo o ar, molde o pão tipo uma baguete e coloque para crescer já na forma polvilhada com farinha, deixe dobrar de volume, faça incisões e asse a 200 graus até ficar bem dourado.

O Pão deve ser colocado colocado no forno bem quente,  a dica é dar um vapor no forno antes de colocar o pão!
Sugestão: Para acompanhar as sopinhas deste inverno.

Saturday, June 20, 2009

Sopa cremosinha

Tem feito um friozinho leve no Rio e acabei pegando uma sinusite de tanto ir pra lá (SP) e pra cá. O ruim é que não posso praticar yoga pois meu ouvido esquerdo esta levemente "surdo", e segundo a especialista não devo ficar com a cabeça para cima e para baixo, ou seja: nada de surya.
Tudo bem! A energia em excesso vai então para a cozinha, onde tenho passado boa parte de meus dias...
Essa sopa ficou bem gostosinha e super cremosa, usei uma abóbora tipo moranga vermelhíssima de tão no ponto que estava.
E sabe como se escolhe uma boa abóbora? É uma dica para quando ela esta aberta! Aqueles fiozinhos que seguram a semente devem estar bem melecados com um aspecto de passado, ou seja, com a semente boa para plantar. Geralmente neste ponto a abóbora esta em seu melhor ponto para usar. Quem me ensinou isso foi a Zenir, empregada da Márcia, que trabalhava e morava na Roça.

Ingredientes

- 1/2 couve flor
- 1 inhame
- 1 kg de mandioquinha
- 400g abóbora
- 1/2 xícara de leite de coco
- Gengibre
- 1 pimenta dedo de moça
- Salsinha
- 2 cebolas
- 2 raízes de cebolinha
- Sal
- Ghee

Preparo: Refogue no ghee a cebola picada, a raiz de cebolinha, a pimenta e o gengibre. Adicone os demais ingredientes, cubra com água e cozinhe até tudo ficar macio, passe no processador, acerte os temperos e sirva com salsinha picada.

Monday, June 15, 2009

Chapeuzinho vermelho em tempos de crise global

caneta em canson, hoje, agora.

Aeroporto de guarulhos, 12 de maio de 2009.
Rumo: Rio de Janeiro
Objetivo: produção de fotos para livro de receita, transporte de itens a ser fotografados, assistir a aula de M. Luiza Branco no Terrapia e levar a lição de casa.
Transporte perigoso: 1 vaso com brotos de girassol, 1 vaso com brotos de trigo, 1 vidro com quinua germinada, 1 punhado de trigo germinado e alfafa em processo de desenvolvimento.
Cheguei no guichê para o check-in e a atendente me informou que era um vôo internacional e conseqüentemente não poderia embarcar com aqueles alimentos. Insisti mais informações e ela me orientou que deveria lacrar com plástico minha cesta da chapeuzinho vermelho e tentar proceder no Raio-X, caso não conseguisse eu poderia voltar e despachar as sementes em processo de crescimento, o que me deu um friozinho na barriga. Imaginei os brotinhos esmagados entre as malas. Segui a dica da atendente, mas antes de seguir para o Raio-x fui tomar uma água de coco. Aguardava no balcão com o pensamento longe até uma mulher me sorrir ironicamente e dizer:
- O que você leva nesta cesta bonitinha?
- Brotos e sementes!
Silêncio, e ela retoma:
- Desculpe, mas sinceramente acho que você não vai conseguir.
- Porque?
- Eu trabalho na Policia Federal e isto não passa!
- Mas eu só estou indo para o Rio de janeiro, ninguém me avisou na hora de comprar que era um vôo internacional...
- Eu sei! A gente vê isso acontecer todo dia. É uma pena.
- A atendente me disse que eu deveria tentar, e eu vou.
Peguei minha água de coco e fui comer meu sanduíche de alfafa com meu namorado desconfiando da moça que mais parecia um lobo mau!
Fui a caminho do embarque e adivinhem! Deu tudo certo, passei no raio-x com broto e tudo. Fiquei feliz.
Divagava entre as lojas do embarque internacional e um vendedor me aborda:
- Posso ajudar?
- Acho que não.
- Que bonitinha a tua cesta parece da chapeuzinho vermelho!
- Obrigada.
- O que leva?
- Plantinhas e sementes.
- Mas não pode menina, pra que é?
- Fotos e lição de casa moço.
Não quis mais papo. Segui em frente alegre da vida com a cesta na mão, entrei no avião, voei e aterrisei. Chegaram todos bem!

Moral da história: Não de ouvidos pra estranhos, escute a ti mesmo.

Receita

Como fazer broto de lentilha

Ingredientes:
- 1 punhado de lentilhas
- 1 vidro
- 1 pedaço de filó
- 1 elástico
- 1 vaso
- Terra orgânica (sem fertilizantes e adubos químicos)
- Água
Procedimento
1. Lave bem as lentilhas e deixe-as de molho por 8 horas na água. Cubra com um filó e prenda com um elástico, escorra a água e lave-a 5 vezes, coloque o vidro em posição invertida de forma que não fique água parada e os grãos se mantenham úmidos. Lave e retorne na posição inclinada/invertida 2 vezes ao dia. No segundo dia coloque as lentilhas em um vaso com terra espalhando por toda a superfície, cubra com um pouquinho de terra e regue diariamente. Apos 1 semana os brotos devem estar em torno de 15 cm. É só cortar, lavar e colocar na salada.

Sunday, June 14, 2009

Sopa de batata com alho poró

.quase uma vichyssoise.
.sopa de dia dos namorados.

Preparei esta sopinha simples no dia dos namorados. Porque namorar tem que ser simples, e não complicado, né?


Ingredientes

- 4 batatas descascadas e picadas rusticamente
- 1 alho poró (parte branca) picado
- 1 colher de sopa de ghee
- 1 colher de café de pistilos de açafrão*
- 1/2 pimenta dedo de moça
- 1 louro
- Água
- Sal

Preparo
1. refogar o alho poró e os temperos no ghee, adicionar a batata, cobrir com água e cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos (depois do ponto de fervura), processar e servir.

*Para utilizar os pistilos de açafrão:

Tostar de leve os pistilos, envoltos em um papel limpo sobre a tampa da panela. Depois triture em um pilão ou desfaça com a mão no mesmo papel. Incorporar na comida dissolvido em um pouco de água quente ou caldo. É preferível diluir por uns 20 minutos no líquido quente para que estraia todo aroma e sabor.

Thursday, June 11, 2009

Moranguinhos orgânicos



.strawberry.fraise.fresa.morango.

Chegou a época de moranguinhos!

Uma das frutas mais cultivadas com agrotóxicos, o morango, na época pode ser encontrado orgânico.
Frutinha delicada, com as sementinhas na pele externa, já pulsa amor e delicadeza por seus poros e sua pele de cor vermelha.

.café da manhã com morangos.

Ingredientes
- 1 porção de moranguinhos
- 1/2 xícara de iogurte natural
- Mel
- Amêndoas germinadas

Preparo

1. Para germinar as amêndoas coloque-as em água mineral com a pele. Deixe-a na água por dois dias, troque a água diariamente.
Misture todos os ingredientes, finalize com fios de mel por cima e pronto.

Tuesday, June 9, 2009

Suco verde delicioso


Ingredientes:

1/2 Abacaxi pérola maduro
1 cm de gengibre fresco
1/2 xícara de hortelã
2 punhados de grama do trigo

Bate tudo no liquidificador, coar e servir.
*É preciso coar pois a grama do trigo tem muita fibra.

Monday, June 8, 2009

Se joga?

.yoga desenhada.


Enquanto uns se jogam na noite, outros se jogam de manhã...

back bending x caneta nanquim


Primeiro a gente cai prá trás
aí depois vai cozinhar, trabalhar, fazer feira...

Wednesday, June 3, 2009

O orgasmo

.clímax carioca.
.do concreto ao curvilíneo.

Chego a pensar em escrever mais e mais sobre minhas experiências. É como um sol que ultrapassa a janela adentrando pela alma, o inicio da primavera, a sensação leve. Sinto-a exatamente na altura do coração. Estou entre nuvens no céu em um avião de verdade, agora sim me pego com boas emoções no azul e branco. O avião tem uma leve caída, treme e vira para a direita, penso que posso morrer. Ao mesmo tempo percebo que, na verdade, estou pulsando vida neste planeta terra, pulso feliz, ligeiro e consciente. Um gole d'água sem gás e sem gelo. Consciência de que a vida é importante e valiosa para estabelecer relações, concretizar boas idéias, dissolver medos, inseguranças internas e também se livrar de algum sofrimento embutido neste conteúdo e embalagem que somos, e sou. Estamos no meio das nuvens, feito sanduíches. O tremor é intenso e a janela é branca por fora, só penso em escrever. Já consigo ver a baía de Guanabara levemente atrás das nuvens, o avião treme muito, na verdade mais que o comum. Ultrapassamos as nuvens, ufa! Voar é bom e aterrizar será melhor ainda. Tenho frio e calor na barriga ao mesmo tempo. Não posso escutar música pois estamos descendo. Silêncio no avião. Uma mulher tenta ler o que eu estou escrevendo disfarçadamente mas eu continuo. Estamos descendo lentamente e já podemos ver a ilha e as ilhotinhas com casas de gente que têm piscina e muito dinheiro. O Rio é lindo demais, o avião treme mais um pouco mas o Rio continua lindo. As aeromoças não param de tagarelar sem ao menos se importar com a tremedeira. Estamos voando bem baixo. vamos aterrisar entre o céu e mar, no Rio de Janeiro. Uhuuuuuuu!

Sunday, May 31, 2009

Salada com brotos e maracujá



.foto digital.



Ingredientes:

- Alface Lisa
- Folhas de salsa
- Brotos de girassol
- Damasco em tiras
- Amêndoa germinada*
Molho:
- 1/2 polpa de maracujá
- Mel
- 1 colher chá Mostarda de Dijon
- Sal

Preparo: Mistura tudo do molho e joga sobre as folhas, brotos, ervinhas e sementes.

* Coloque as amêndoas na água com a pele e troque a água diariamente. Depois de 2 dias ela germina aí é só tirar a pele e pronto, pronta para o consumo!