Monday, September 22, 2008

Couscous Marroquino

.série vestígios de Granada.


De Granada a Alpujarras

Em Granada provei algo similar a esta receita aqui em um bar de tapas na Celle Elvira na companhia de 2 amigos: Scott (NY) e Tim (Nova Zelândia). Estavamos fazendo hora e tapas pela cidade até chegar o horário em que pegaríamos o onibus na rodoviária para seguir então até as montanhas Alpujarras. Descemos na base da montanha e fomos parar em uma comunidade livre chamada Benefício, por ali circundam muitos espíritos livres, pessoas do mundo inteiro com raízes soltas em suas mochilas. Pois bem, que no vilarejo mais próximo em Órgiva, tem um restaurante-teteria (que serve chá) chamado Baraka. Pois bem, este restaurante é simples e simplesmente delicioso. Os donos são árabes e o couscous deste local é ótimo também! Como eles próprios dizem: "people from all conditions meet each other in our calm ambient" , este "all conditions" significa pessoas de todas as condições (sociais, morais, psicológicas, espirituais, culturais, linguísticas, enfim), é preciso ver para sentir o que é isso!!! Bom foi que este couscous me fez lembrar de tudo isso ontem enquanto eu caramelizava a cenoura com a cebola! Mas o que o couscous tem a ver com a cidade de Granada e esta receita? Muito! Ali foi um lugar invadido pelos Mouros, é próxima do Marrocos e tem tua história e cultura formada por muçulmanos, judeus e cristãos, rico né? Tem muita história! E por lá tem muito couscous! Eu estava a caminho do Marrocos, mas me senti tão em casa em Granada que decidi ficar e comer falafel e couscous ali mesmo!


Couscous Marroquino
*vegan

400 gramas de couscous
1 lt Caldo de legumes
1 punhadinho de pistilos de açafrão de verdade
1 colher de chá de semente de cominho
Suco de 2 laranjas
200 gramas de uva passa dourada
6 cenouras em rodelas
6 cebolas em rodelas finas
1 colher de café de cominho em pó
Sal
Pimenta do reino
Amêndoas laminadas e tostadas

Preparo: Aqueça uma frigideira, coloque um pouco de azeite e doure as cebolas, quando ficarem transparentes acrescente a cenoura e doure-as até ficarem douradas, leva uuns minutos, assim que estiverem caramelizadas desligue, acrescente sal, cominho em pó e pimenta do reino. Aqueça o caldo de legumes e acrescente o açafrão, laranja, semente de cominho e uva passa. Ferva e desligue o fogo, coloque uma tampa e abafe por uns minutos até que a uva passa hidrate. Coloque o couscous em um recipiente que irá servi-lo. Levante fervura do caldo novamente e verta sob o couscous, tampe e deixe abafar por uns minutos até que o grão hidrate e cozinhe por completo. Coloque o refogado dourado por cima do couscous, salpique amêndoas laminadas e tostadas e sirva imediatamente!

6 comments:

speto said...

Ola! Farei neste fim de semana!
Parece muito bom!

Barbara jambwisch (babi) said...

oi Rita tudo bem? parece delicioso esse couscous! Aproveitando para perguntar outra coisa. Você sabe como eu faço para germinar grãos? eu to tomando um suco que vai grãos germinados, por recomendaçao médica, todos os dias de manhã, mas os grãos não estão germinando, eu to fazendo aquele esquema de deixar na agua e depois tirar e deixar escorrendo a agua e ir molhando, mas nada de germinar. vc sabe como se faz isso? O rafa me disse que você deve saber hehe
bjs!

Rita said...

Não esqueça de fazer um caldo maravilhoso para o couscous!

Rita Taraborelli said...

Barbara! Tenho germinado diariamente (eu e os grãos) cada um tem seu tempo particular mas é simples! Colocarei o próximo post sobre como germinar grãos. O gergelim, a quinua, lentilha, amêndoa e girassol são bem fáceis de germinar!
Nos falamos. Médico bacanildo este hein?
bjs!!!

Anonymous said...

oi rita, estou muito felis pois conheci uma pessoa muito especial parabens.

eu sou o vendedor de frutas do mercado municipal de são paulo

meu nome é paulo.

sem; mais obrigado.

Rita Taraborelli said...

Paulo!
Fiquei encantada pela tarde de ontem. Adorei tudo!
Vocês são especiais também!
Em breve apareço!
Beijo!