Monday, December 29, 2008

Bolinho orgânico

Nesta receita são 2 colheres de Azeite de Oliva, essa é a gordura. As especiarias predominam o sabor do azeite e a umidade é exercida pela aveia que deixa este bolo bem úmido e fofinho.

Bolo de aveia, passas & nozes

Receita

- 1 xícara de aveia orgânica
- 1 xícara e meia de água fervendo
- 2 colheres de sopa de Azeite de Oliva
- 1 xícara farinha trigo orgãnica
- 1/2 xícara de farinha de trigo integral orgânica
- 1 xícara de açúcar mascavo orgânica
- 1 colher de chá de canela
- 1 pitada de sal
- 1 pitada de cravo em pó
- 1 colher sobremesa de fermento químico
- 2 un ovo caipira
- 1/2 xícara de uva passa
- 1/3 xícara nozes picadas

Preparo:
1. Escalde a aveia com a água e adicione o azeite, deixe descansar por 20 minutos.
2. Misture os demais ingredientes e asse a 180 graus em forma untada.
3. Servir com chá de camomila para acalmar os nervos.

Thursday, December 25, 2008

Tuesday, December 23, 2008

A erva do amor

.prosa de feira.

.ervas desenhadas.

Hoje teve feira na Calixto!
Feira livre e não de cacarecos.


- Bom dia! Pode escolher, fica à vontade.
- Nossa que babosa mais liiiiiinda!!! Quanto a dedo de moça, moço?
- Linda né? Tá dois.
- Tem coentro com raiz?
- Um Real.
- Esse capim santo tem raiz?
- Trago semana que vêm a muda pra ti.
- Preciso para amanhã. Aqui ó, quanto?
- Ahhhh! O talinho tem sim, tá embrulhado dentro, faço dois!
- Moço, fala a verdade... essa é uma feira cara?
- Sim! - Fala baixinho reconhecendo a clientela.
- Desculpe é minha primeira vez. Vou levar isso aqui, quanto é?
- Faço tudo seis e o coentro é presente.
- A pimenta ta aí?
-Tá sim.

Vou caminhando na feira e paro na barraca de abacaxi, depois de 5 minutos o tio da erva aparece:

- Você esqueceu de levar a babosa.
- Não vou querer moço, tenho em casa, muito obrigada.
- Tá bom.

Já era mais de meio dia:

- Vai começar! Vai começar! Olha lá!
- Tudo a um Real!
- Olha lá! Atenção! Bandeja um Real! Bandeja um Real!

Chega o tiozinho do limão com um embrulho na mão e me entrega:
- O moço da barraca da erva mandou te entregar, disse que é presente.
Era uma babosa gigante.
-Que graça, obrigada!

Na barraca ao lado:

- E estas frutas? Precinho fim de feira?
- Vai levar o que freguesa?
- Quanto tá esse mangostin?
- 5 por 10.
- 3 por 10, 4 por 10, só 5 por 10?
- Tó leva 6 a 10!
- Me faz 9 a 10!
- Tá loka!
- Vai...
- Tó 8, vai chorona. Meu patrão me mata!
- Eu quero 9! Vou parar de fazer compra, eu ia até comprar mais frutas.
O feirante não responde.
- Posso parar de comprar?
Ao lado, aos gritos:
- Bandeja um real! Olha lá, olha lá!
- Posso parar de comprar? Vou parar ó! Parando!

Aparece o tio da erva de novo.

- Você esqueceu! - Me entrega a pimenta sorrindo.
- Será?
- Aqui ó, você saiu e esqueceu lá.
- Ah..
- Dois Reais!
- Mas eu já paguei.
- Eu esqueci de cobrar e você esqueceu lá.
- Sei, mas obrigada pela babosa!

- Limão? Quer limão? Limão?
- Não.

Na saída:

- Já que você me deu um presente vou te dar um também!
- Ah é?
- Ó! Um bolo natalino!
- Obrigado!
- Não sei se você come, aqui só tem erva!
- A gente vive de tudo moça, principalmente Amor!

Fui embora satisfeita, acabei até esquecendo o alface de um Real em cima do carro. Ele voou, com as folhas e tudo.

Thursday, December 18, 2008

.uma graça na salada.

.molho de maracujá melado.


desenho em caneta nanquim + prismacolor (voltando de Ubatuba)

Molho de maracujá para salada de folhas

Receita

Ingredientes:

1/2 maracujá
4 colheres sopa Azeite de Oliva Extra Virgem
1 colher de melado
1 colher água
sal
pimenta jamaica

Rúcula
Alface lisa
Radicchio
Trigo germinado

Mistura tudo com um garfo espalhando bem as sementes entre o molhinho. Acerte os temperos e prove! Cuidado para não ficar com gosto de soro (quantidade doce=quantidade salgada). Sugiro mais docinha que salgada!
Colocar sobre as folhas verdes e mexer antes de servir!

Friday, December 12, 2008

Pao integral com nozes & amaranto

.em: como sovar seu dia.





O amaranto é primo da Quinoa, da família Amaranthaceae.


Pão de nozes e amaranto

500 g de farinha de trigo orgânica
500g farinha de trigo integral orgânica
200g farinha de amaranto
10g fermento fresco
700ml água
200g nozes picada
1 colher rasa de sobremesa de sal do himalaia
20g de linhaça dourada
20g semente de mostarda (preta)

Mistura tudo em uma bacia e sove por 10 minutos na pedra ou até a massa começar a desenvolver "bolhas" de ar. Dê tapas, socos e carinhos na massa. Acredite ela absorve e quase sempre transmuta em uma pão surpreendente!
Faça uma bola, polvilhe farinha, cubra com um pano de algodão e deixe dobrar o volume. Abaixe a massa, molde e deixe crescer novamente, asse em forno quente até assar! Meu forno leva aproximadamente 30 minutos, mas cada forno é uma experiência!

A sugestão é que fica delicioso com queijo de cabra e mel.

*Ontem recebi amigos queridos em casa e fiz este pão adaptado de uma outra receita, quis procurar no meu armário farinha de centeio e caiu um saquinho de amaranto, aconteceu!

Saturday, December 6, 2008

Corte radical

.papo de feira.


desenho espécie rascunho em caneta nanquim + photoshop

Hoje na água branca (uma feira de orgânicos em sp):

Legenda:
R - Rita
MP - Moço das plantas

R: Oi! Bom dia! Quanto a cavalinha?
MP: Tá 18!
R: Hmm, e esse trevo aqui?
MP: Tá 3!
R: Vou querer um desse! Nossa essa babosa tá linda hein!
MP: Essa é fácil!
R: Comprei uma aqui faz tempo e ela tá lá!
MP: Tá boa?
R: Tá ótima! Esqueço de por água e ela nem se abala! Eu curto planta independente atualmente...
MP: Pois é, ela é fácil... o trevo se você esquecer de por água ele fica com a folha queimada.
R: Ih!
MP: Mas aí você dá uma poda radical!
R: Poda radical?
MP: Corta tudo! Radical! Olha esse aqui! Depois volta tudo verdinho.
R: Nossa obrigada pela dica! Ahh! Ora pro nobis, eu gosto dessa!... aliás, ela gosta de mim também.
MP: Essa é boa...
R: . Boa e pode comer! Cuidei de uma que crescia muito, mas tive que mudar e acabei doando ela, deu um aperto. Vou querer uma!
MP: É tipo trepadeira essa...
R: Gosta de sol né?
MP: Umas 4 horas por dia tá bom pra ela!
R: Ok! Ó! Obrigada!
MP: Tchau moça tudo de bom! Qualquer coisa dá um corte radical hein!
R: Ok...

Novidade:
Agora a Feira da Água Branca além de terça e sábado funciona também domingo.
Av. Francisco Matarazzo, 455, próximo ao metrô Barra Funda, São Paulo
6h às 12h

Tuesday, December 2, 2008

Blog fechado para balanço


foto digital de porta fechada (Portugal - 2006)

Estou fechada.
Introspectiva.
Sem muito tempo para postagem,
período de balanço da vida vivida.
Momentos de crise, mas não é mundial e muito menos econômica, é interna e bruta.

Saturday, November 22, 2008

Dicas de feira na TPM

.consumo local.

Feira em Caetité - sul da Bahia, Jan 2008

Fazer feira pra mim esta dentro da cesta dos items "viver feliz".
Pra ver o que tem de fresco e bom ao redor tem que dar um pulo na feira, arrume uma sacola ou carrinho, pegue uns trocados e desenbucha a pechinchar!
Mês passado descolei umas dicas pro bazar Tpm, aqui!

Wednesday, November 19, 2008

Spaghetti globalizado

.combina com o verão.






Era uma vez um tal macarrão que veio da China e um dia ficou pop na Itália.
Mais tarde se reinventou com a quinoa pelos bolivianos e agora a gente cozinha ele aqui no Brasil.

Será que esta é uma comidinha globalizada?

Volta ao mundo em uma cozinhada:

.fácil e rápido.

Spaghetti com azeitonas e limão siciliano


Receita

Ingredientes
500g spaghetti de quinoa*
Raspinhas de 1 limão siciliano
1/3 xícara de suco de limão siciliano
1/2 xícara azeite extra virgem
1 dente de alho amassado
1/2 xícara de azeitona Kalamata fatiada
1/4 xícara de manjericão fresco picado
Flor de sal e pimenta do reino moída na hora

Preparo
Cozinhe a massa conforme as instruções do pacote. Enquanto a massa cozinha, misture o zest+suco+azeite+alho+azeitona+ manjericão o sal e a pimenta em um bowl grande. Quando a pasta estiver cozida escorra bem e misture no preparo de limão até envolver bem. Sirva no mesmo instante!

Se você tiver acrescente 2 gotas de óleo essencial de limão siciliano e boa sorte!

*Experimente, é ótima.

Sunday, November 9, 2008

pesto de Tomate seco

.no sol da Chapada.

Chapada Diamantina - Caneta nanquim + prismacolor jan 2008


Resquícios de viagem (de comer)

Trouxe um tomate seco ao sol lá do Vale do Capão (Chapada da Diamantina).
Aí, no almoço de hoje, sentimos o gosto do sol da Bahia.

Foi uma massa com pesto de tomate seco.

Quando o tomate é seco ao sol ele fica mais concentrado em sabor do que seco em forno. No Brasil tradicionalmente o tomate é seco em forno e é quase que um confit de tomate. Como a Bahia é batizada com o sol lá também tem muitas comidinhas secas com essa  luz!

Pesto de Tomate Seco

Receita

3/4 xícara de tomate seco ao sol
3/4 xícara água
1 dente de alho
1 punhado de manjericão fresco
1 raminho de tomilho fresco
1/2 xícara de nozes
sal
Pimenta vermelha (usei jalapeño)
Azeite de Oliva

Preparo:
1. Ferva a água e despeje sobre o tomate, hidrate por 15 minutos. Ponha tudo em um processador e faça funcionar até ficar cremoso.
2. Cozinhe uma massa fresca, escorra e misture com o pesto. Se necessário coloque mais azeite. Sirva imediatamente.
Sugestão: Rale queijo Pecorino por cima.

Ps: Aprendi a secar tomates ao sol na Andaluzia, em breve conto melhor.

Wednesday, November 5, 2008

Farinha de Babaçu

. e um bolinho.

O Babaçu é uma palmeira com grande presença na região norte do Brasil e especialmente no estado do Maranhão. A planta é constituída de epicarpo, endocarpo, amêndoas e mesocarpo. Este último, grande fonte de carboidrato, é feita uma farinha conhecida também como pó de babaçú ou mesocarpo do babaçu ao qual é uma grande fonte de nutrientes. Esta farinha pode ser usada em bolos e pães "diluída" com a farinha de trigo.

Onde encontrar

 O sítio do bello fornece a farinha da Assema, uma associação maranhense liderada por trabalhadores rurais e mulheres quebradeiras de coco babaçu.
Sim. É um ingrediente regional, sustentável, contribui para a produção familiar e cultura local.

Bolo de babaçu e especiarias

75g manteiga
100 g açúcar mascavo
90g Melado de cana
100ml água
1 ovo orgânico
80 g farinha de mesocarpo de babaçu
150 g Farinha de trigo
1 pitada de sal
1 pitada de gengibre em pó
1 boa pitada de canela
1 colher chá fermento quiímico

Preparo

1. Coloque os 5 primeiros ingredientes em uma panela e aqueça até dissolver bem o açúcar.
2. Espere esfriar e acrescente o ovo e a água mexendo bem com um fouet. Acrescente os secos peneirados.
3. Coloque em forma de bolo inglês e asse até o palitinho sair limpo a 180 graus.

Tuesday, November 4, 2008

Tofu a Provençal


caneta nanquim, 2007

O tofu é um alimento (quase) neutro e muito fácil de brincar com sabores.
Lá vai ele em uma receitinha simples e rápida!


Tofu a Provençal
(a olho)

*vegan
**gluten free

Ingredientes:

Tofu firme
Azeite de Oliva
Alho picadinho
Cebola em fatias
Vinho branco seco
Orégano
Salsinha fresca picada
Pimenta branca
Tomate em cubinhos sem semente
Flor de sal

Preparo:
1. Seque bem o tofu m papel toalha e doure ambos os lados em uma frigideira com azeite, coloque em um prato refratário e reserve.
2. Aqueça azeite de oliva de qualidade e acrescente o alho, deixe fritar bem pouquinho (sem dourar) e acrescente a cebola, doure mais um pouco e deglaceie com o vinho. Desligue o fogo. Acrescente os demais ingredientes e acerte o tempero.
3. Despeje o refogado sobre o tofu e leve ao forno bem quente por 7 minutos.
4. Finalize com mais um fio de azeite e sirva com algum carboidrato como quinoa ou arroz integral e uma saladinha divertida!

Ah! Esta receita é bem minha mãe. Uma apaixonada pela Provence que ia bem preferir uma truta no lugar do tofu!

Saturday, November 1, 2008

Sopa de mandioquinha & inhame

.parsnip & yam soup.

Sopa de mandioquinha

1Kg de Mandioquinha descascada e picada
300 g de inhame descascado e picado
2 unidades de alho poró picado (parte branca)
1 unidade de anis estrelado
1 dente de alho
2 folhas de louro
1 pimenta dedo de moça
Azeite ou ghee
cebolinha picada
Sal

Preparo:
1. Aqueça o óleo em uma panela e refogue o louro, anis, alho poró, dedo de moça e alho, mexa até envolver bem e o cheiro ficar bom, acrescente os legumes e mexa bem. 2. Acrescente 1,5 Lt de água quente, levante fervura e abaixe o fogo e adicione sal a gosto. Cozinhe até os tubérculos ficarem macios. 3. Retire o anis e processe até ficar um creme, finalize com cebolinha e sirva.
Servir como entrada ou prato principal. Para acompanhar: pãozinho de milho.


Wednesday, October 29, 2008

FIB (felicidade interna bruta)

.um evento feliz.


desenho em giz pastel oleoso, 2001


Acontece hoje um evento muito interessante promovido pelo Parque Visão Futuro: Conferência Nacional sobre FIB (felicidade interna bruta)
Conceito criado pelo governo do Butão (pequeno reino situado no Himalaia) para medir o desenvolvimento do país que vai em um sentido dieferente e criativo em relação ao PIB.
Tem tudo a ver com esta mutação da economia atual.
Este conceito já esta sendo discutido e implantado no Canadá e hoje será discutido aqui!
O evento é aberto e será realizado em São Paulo no Sesc Pinheiros hoje das 16h as 21:30h
Acontece também em Campinas e no próprio Parque Visão Futuro
Mais informações:
Conferência Nacional FIB

Monday, October 27, 2008

Suco combinado

.série drinks de sucesso.

mix de desenhos, 2008


Quanto mais cozinhamos mais descobrimos o que combina com o que e por aí vai! E isso diverte igual brincar de lego, o que é possível encaixa, constrói e aí a gente ri por dentro.
A cenoura é incrível e não paro de descobrir teus parceiros!
Neste suco juntei alguns deles e ficou bem bom.
Pode acrescentar grama de trigo (clorofila) ao invés de salsinha! Aliás você pode acrescentar o que você quiser, este post é só uma sugestão.

Suco combinado

Coloque em um liquidificador:

1cenoura
Suco de 2 laranjas
1 maçã
1 pedacinho de gengibre
salsinha ou clorofila

1. Processe tudo, coe em um pano ou peneira fina e sirva em seguida.
Se for passar pela centrífuga é só misturar o suco da laranja no final.

Ps: Bom para receber sol!

Sunday, October 19, 2008

Convidado do dia: Vinagre Jerez

.Salada mista com Aspargos & laranja.



- O que o vinho faz ali dormindo na janela com as plantas ?  - Lembro-me pequena perguntando para minha mãe.
Ela dizia que estava fazendo vinagre! Até então não sabia que determinado líquido negro que colocavam na salada vinha do vinho que meu pai bebia.
A pouco descobri que parte de minha família provém de Emilia-Romagna, região onde fica Módena, e mesmo assim acho que preciso confessar. Me perdoe a cultura familiar mas o vinagre de Jerez, espanhol, me coquistou de primeira com seu paladar.

O vinagre Jerez

Proveniente do vinho doce Jerez, produz um vinagre que envelhece no mínimo seis meses na barrica. O reserva tem no mínimo dois anos de amadurecimento e os mais saborosos envelhecem até 50 anos!!!!
E o sabor do vinagre também encorpa com o tempo. Adoro em saladas e preparos asiáticos agri-doces ou que contenham shoyu, gengibre, saquê e melado.
Para temperar uma salada funciona muito bem, te conto uma receitinha para te inspirar a conhecer este ingrediente.

Saladinha de aspargos com jerez

1 punhado de aspargos frescos
2 un laranja Bahia
2 un tomate italiano maduro
1/2 pé de alface lisa
2 colheres de sopa de Azeite extra virgem
1 colher de sopa de vinagre jerez
sal e pimenta do reino moída na hora

Preparo:
1. Descarte a parte fibrosa do aspargo e cozinhe no vapor até ficar al dente. Dê um choque térmico em água com gelo.
2. Corte os tomates em formato meia-lua.
3. Lave e seque as folhas de alface.
4. Raspe a casca da laranja com um zester e reserve os zests (raspinhas da casca).
5. Descasque as laranjas de uma extremidade a outra e corte-a em bagos, descarte as sementes. Esprema o suco da polpa que sobra na casca para um pequeno recipiente e reserve.
6. Misture o alface, tomate, aspargos e bagos de laranja em uma saladeira.
7. Misture o suco da laranja com as raspinhas, azeite, vinagre, sal e pimenta. Regue a salada antes de servir.

Sunday, October 12, 2008

Sobre bananas

.bananas, risadas e cabelos.




Em muitas feiras a banana é comercializada em barracas exclusivas, já reparou?

- Vou querer essas, quanto dá?
- Mas você não precisa de mais nada?
- Sim, mas... aqui só tem banana.

Ele riu.

Outro dia em outra feira me passou algo engraçado.

- Banana ouro?
- Tem não, quem tem são os Cabeça Branca!
- Como assim?
- Lá!
Era um casal de cabelos brancos vendendo somente bananas, olhei para o feirante e ele ria!
...
- Aqui que é a barraca dos Cabeça Branca?
Os dois riram.
- Sim!
- Tem ouro?
- Quantos quilates?
- 1 dúzia por favor!
E todos rimos.


Bananas, bananas e bananas!
.muitos tipos.

As principais são as bananas de mesa, do tipo "descasco e como", observe:
Banana Nanica - Mais doce que a prata e maçã, é ideal para fazer sobremesas, quanto mais madura melhor.
Banana Maçã - Tem polpa consistente e seu formato é menor e mais arredondado que as outras. Seu sabor lembra a maçã.
Banana Prata - A mais consumida pelos comedores de banana é  também a mais encorpada.
Banana Ouro - A menor de todas e mais docinha, sua casca pode ficar preta de tão madura! É uma delícia pura ou para fazer tortas.

As bananas de cozinhar:
Banana-da-terra - Muito popular na culinária latina e africana, não é costume consumir esta variedade crua, tradicionalmente a banana-da-terra é  frita, assada, cozida e grelhada.
Banana-pão ou Pacova - Popular no norte do Brasil e outros países de cultura comedoras de banana esta variedade é também consumida frita, em cozidos, tortas e doces. Utilize verde quando for fritar ou se desejar forma e consistência, pois quando madura fica com a polpa mais mole.
*Tem quem chame a banana-pão de banana da terra, mas são diferentes.

Mas e a Biomassa?

A biomassa é um produto obtido através do cozimento da banana verde, é um amido consistente rico em fibras, sais, minerais, potássio e excelente fonte de energia! A biomassa tem diversas qualidades que a tornam um alimento bastante atrativo, além de ser barata e de fácil acesso no Brasil, pode ser utilizada em uma enorme gama de preparos culinários e saudáveis. Para saber mais recomendo a leitura do livro: Yes nós temos Bananas, Editora Senac, da autora Heloísa de Freitas Valle.

Bananas na prática:

Sorvete de banana
Moqueca de banana da terra
Shake de banana, nozes e chia
Tortinha de banana e outras frutas
Bolo de banana com especiarias
Torta de banana com chocolate
Bolo de banana e cacau orgânico
Smoothie de chocolate virtual
Sorbet de banana e puxuri
Veggiebruguer de banana da terra

Tuesday, October 7, 2008

Tomates recheados com quinoa & manjericão



Receita para Revista Vegetarianos No. 19 Maio/2008
Fotos: Tomaz G. Vello



A Quinoa é um ingrediente andino, incrível.

Preparei os tomates na cozinha de casa e levei até o studio da editora para fotografar ;)
Lá vai a receita!

* Vegan
**Sem glúten

4  tomates orgânicos e maduros
100 gr quinoa orgânica
3 un cebolinha orgânica
1 un pimenta dedo de moça orgânica
½ xícara manjericão orgânico
3 colheres sopa azeite de oliva extra-virgem
1/2 xícara salsinha orgânica
2 colheres sopa farinha de mandioca
Sal do himalaia

1. Lave muito bem a quinoa e cozinhe somente em água, adicione o sal em seguida.
2. Pique as ervas e a pimenta.
3. Aqueça bem uma frigideira, coloque o azeite e desligue o fogo, misture os temperos envolvendo-os com o azeite, acrescente a quinoa, a farinha e acerte o sal a gosto.
4. Corte os tomates ao meio, retire bem as sementes e faça um pequeno corte na base de forma que a metade dos tomates fique em pé, salpique sal e besunte com azeite de oliva extra virgem.
5. Recheie com o preparo de quinoa, disponha em forma untada e asse 25 minutos a 190 graus.


Thursday, October 2, 2008

Morangos imersos em Chantilly de Amora

.doces bárbaros.


1 porção de moranguinhos orgânicos
300 ml de creme de leite fresco
2 colheres de sopa de compota de amora
Raspinhas de limão

Preparo:
1. Lave os moranguinhos e seque-os com a ajuda de um pano limpo.
2. Coloque na batedeira com o globo o creme de leite e a compota, bata até incorpar na consistência de Chantilly.
3.Intercale em uma taça: chantilly, morangos picados, chantilly, decore com um morango e sirva para seu amor!

Monday, September 29, 2008

Sweet & Green Juice n.01

.série drinks de sucesso.


Doce Suco Verde


1 maçã orgânica
1/2 pé de alface orgânico (de preferência)
2 colheres de sopa de linhaça dourada deixada de molho por 1 noite
1 "mãozada" de talos e folhas de erva doce fresquíssima e orgânica
1 colher de sopa de pólen
1/2 abobrinha orgânica

Muito simples!
Coloque tudo em um liquidificador  e vai pressionando com a abobrinha até tudo começar a fluir bem! Bate até ficar cremoso, só precisei usar 1/3 da abobrinha, mas cada caso é um suco! Coe em um pano fino e sirva imediatamente! Se preferir e tiver: utilize uma centrífuga. Fica diferente!

Recomendo que quanto mais orgânico forem os ingredientes melhor, afinal o suco vai direto para o sangue fazendo um TDB (tudo de bom) por tuas veias e arredores!

Agora, porque alface? Poderoso tranquilizante! Pra essa lua que vêm vindo bem intensa!

Friday, September 26, 2008

Sprouting yourself

. germine-se .

.como germinar.


.sementes .

Germinar é uma dádiva. Sementes fazem florescer e quando germinadas multiplicam seu potencial energético e podem ser consumidas cruas. Podemos germinar grãos e sementes como: cereais e pseudocereais (aveia, arroz, centeio, cevada, trigo, kamut, quinua, amaranto, kaniwa) leguminosas (feijões, lentilhas, grão de bico) e oleaginosas (linhaça, semente de melancia, castanhas, gergelim, girassol, abóbora, chia) e muuuuuitas outras!

Como germinar:

Cada semente é única, algumas são germinadas na água e outras no ar. Pouco a pouco descobrimos e aprendemos qual a particularidade de cada uma. A linhaça é uma semente com mucilagem e precisa ser germinada em uma peneira plana, já a chia germina quando é hidratada na água. As oleaginosas quando estão fora de sua casca podem ser hidratadas e semigerminadas na água, mas só vão brotar de verdade ainda dentro da casquinha, legal né?
Se você nunca germinou em casa siga os passos a seguir para germinar gergelim, grão de bico, lentilha, quinua, trigo, centeio e linhaça. Para o amaranto e a quinoa experimente germinar em um saquinho de voal pois são tão pequenas que podem passar no buraquinho do tule!

1. Antes de dormir pegue um punhado de semente, coloque em um vidro e cubra com água. Deixe as sementes despertando por toda a noite.
2. Pela manhã Coloque um pedacinho de filó com elástico na boca do vidro ou use uma peneira e escorra toda a água, enxague bem e escorra novamente.
3. Coloque o vidro de boca pra baixo meio inclinado (de forma que não acumule água dentro) no seu escorredor de louça OU coloque os grãos em uma peneira com um recipiente embaixo. Cubra com um paninho para proteger da luz (e possíveis mosquitinhos) pelo menos nos 2 primeiros dias!
4. Enxague e escorra as sementes 3 vezes ao dia, as sementes devem ficar úmidas, porém sem acúmulo de água. Se a temperatura ambiente estiver muito quente pode enxaguar mais vezes! Faça este processo até que as sementes germinem. Como? Vai sair uma "cabecinha" da ponta da semente, você vai ver um sinal de vida! Tá nascendo! Pronto! Esta pronta a consumir: crua, em sucos, saladas, recheios, massas de torta, pães ou como lhe convém.
Se você colocar em um vasinho com terra e continuar a cuidar delas vai formar o broto! Vai ficar verde com a interferência da luz do sol e aí temos um outro alimento! Do broto do trigo se faz a clorofila! mas tome cuidado pois é muito fácil criar fungos também neste processo, deve haver uma luz indireta!



* How to Sprout seeds:

1. Before you go to bed put some seeds in a glass and cover with water.
2. In the morning strain the water, wash the seeds and strain the liquid again.
3. Hold a mesh on the top of the glass and cover for the first 2 days.
4.Wash and strain the seeds 3 times a day! You must keep the seeds with umidity, but not with excess water. If the local whetear is too hot you can wash more times! Make this process until sprout the seed. It will start to grow a little piece of life, you will see!

Monday, September 22, 2008

Couscous Marroquino

.série vestígios de Granada.


De Granada a Alpujarras

Em Granada provei algo similar a esta receita aqui em um bar de tapas na Celle Elvira na companhia de 2 amigos: Scott (NY) e Tim (Nova Zelândia). Estavamos fazendo hora e tapas pela cidade até chegar o horário em que pegaríamos o onibus na rodoviária para seguir então até as montanhas Alpujarras. Descemos na base da montanha e fomos parar em uma comunidade livre chamada Benefício, por ali circundam muitos espíritos livres, pessoas do mundo inteiro com raízes soltas em suas mochilas. Pois bem, que no vilarejo mais próximo em Órgiva, tem um restaurante-teteria (que serve chá) chamado Baraka. Pois bem, este restaurante é simples e simplesmente delicioso. Os donos são árabes e o couscous deste local é ótimo também! Como eles próprios dizem: "people from all conditions meet each other in our calm ambient" , este "all conditions" significa pessoas de todas as condições (sociais, morais, psicológicas, espirituais, culturais, linguísticas, enfim), é preciso ver para sentir o que é isso!!! Bom foi que este couscous me fez lembrar de tudo isso ontem enquanto eu caramelizava a cenoura com a cebola! Mas o que o couscous tem a ver com a cidade de Granada e esta receita? Muito! Ali foi um lugar invadido pelos Mouros, é próxima do Marrocos e tem tua história e cultura formada por muçulmanos, judeus e cristãos, rico né? Tem muita história! E por lá tem muito couscous! Eu estava a caminho do Marrocos, mas me senti tão em casa em Granada que decidi ficar e comer falafel e couscous ali mesmo!


Couscous Marroquino
*vegan

400 gramas de couscous
1 lt Caldo de legumes
1 punhadinho de pistilos de açafrão de verdade
1 colher de chá de semente de cominho
Suco de 2 laranjas
200 gramas de uva passa dourada
6 cenouras em rodelas
6 cebolas em rodelas finas
1 colher de café de cominho em pó
Sal
Pimenta do reino
Amêndoas laminadas e tostadas

Preparo: Aqueça uma frigideira, coloque um pouco de azeite e doure as cebolas, quando ficarem transparentes acrescente a cenoura e doure-as até ficarem douradas, leva uuns minutos, assim que estiverem caramelizadas desligue, acrescente sal, cominho em pó e pimenta do reino. Aqueça o caldo de legumes e acrescente o açafrão, laranja, semente de cominho e uva passa. Ferva e desligue o fogo, coloque uma tampa e abafe por uns minutos até que a uva passa hidrate. Coloque o couscous em um recipiente que irá servi-lo. Levante fervura do caldo novamente e verta sob o couscous, tampe e deixe abafar por uns minutos até que o grão hidrate e cozinhe por completo. Coloque o refogado dourado por cima do couscous, salpique amêndoas laminadas e tostadas e sirva imediatamente!

Wednesday, September 17, 2008

Pão de ló integral?

. Genóise integral .
. Wholemeal genóise (sponge cake).
. genóise complét .

. Pão de ló transfigurado.

Proponho aqui uma receita deste clássico "pão de ló" em uma versão integral e com açúcar mascavo!

O que é Genóise?

É um bolo de origem européia, tipo um pão de ló. Sua massa é leve e aerada e não leva fermento em tua receita. Sua "fofura" se deve a aeração dos ovos, que neste preparo são utilizados inteiros!

Gringa

Em inglês podemos comparar a massa ao Sponge Cake,  sim um bolo esponja!  O preparo é tradicionalmente mais seco, usado para fazer bolos em camadas ou enrolados, a massa é embebida em xarope ou calda (talvez esta seja a origem do termo esponja).

Com vocês o bolo esponja, na versão completa, ou complét  (que na língua francesa é integral).

Receita

4 ovos orgânicos
125 gramas de açúcar mascavo
80 gramas de farinha de trigo*
45 gramas de farinha de trigo integral*
25 gramas de manteiga ou ghee

Preparo:
1. Bater os ovos com o açúcar em banho maria (43 graus ou até ficar morno), transferir para a batedeira e bater até crescer e ficar bem fofo.
2. Incorpore a farinha peneirada, aos poucos, com cuidado para não perder a aeração.
3. Por último acrescente a manteiga derretida (que não pode estar tããão quente) e incorpore.
4. Asse em forno pré-aquecido, a 190 graus, até um palitinho sair limpo!
Utilize em seu bolo de festa + teu recheio favorito!

English:
Recipe

4 organic eggs
125 gr brown sugar
80 gr plain flour
45 gr wholwmeal flour
25 gr butter or ghee

How to make:
1. Beat the eggs with sugar on "bain marie" until 43 degrees or until gets warm, transfer to your kitchen-aid and beat until soft peaks.
2. Mix the flour carefully in 2 steps.
3. Add the melted butter.
4. Bake at 190 celcius.
Use it in your party cake + your best filling (classic with buttercream).

Sunday, September 14, 2008

O Cravo e a Rosa na feira

.prosa de feira.



Na feira em Sorocaba.

- Esse é bom mas tá ruim demais!
- Limão rosa né?
- Cravo.
- Esse que é bom!
- Tá feio.
- O médico me disse que esse que é bom pra saúde.
- Azedo né fia...
-  Rosa! Limão Rosa! Meu médico disse que limão thaiti e galego é só estética, bom mesmo é esse. Eu só uso desse. A casca dele é assim mesmo,  é o melhor que tem!
- Tá feia essa casca! Chama cravo não é rosa não, ele é laranja por dentro Dona!


Na barraca ao lado:

Japonês: cadê a Sônia? A patroa não vêm mais na feira comprar verdura?
Mulher: Ah! Ela não tá podendo vir não...
Japonês: Fala pra ela que japonês tá precisando de dinheiro!


Limão cravo, limão da roça ou limão rosa? A mesma fruta! Semelhante a uma mexerica, com casca fina, polpa avermelhada e sabor marcante. Sim! Parece uma mexerica, cuidado para não trocar! Uma vez abri um e quando coloquei na boca esperando um gosto doce: Urghhh! Azedíssimo! Gosto de azedo, quando as papilas esperam algo e recebe outro fica estranho! Ah!

O Limão Cravo ou rosa é ótimo para fazer limonada, para temperar saladas e proporcionar acidez em compota de fruta!

Para escolher limão com olho e mão:

limão-galego - deve ter casca fina e lisinha.Escolha os mais pesados em relação ao tamanho e que cedam levemente à pressão dos dedos, ou seja, macios.
limão-siciliano - de cor amarela esverdeada e casca grossa. Escolha da mesma maneira que o limão-galego.
limão-cravo - mesmo verde, tem boa quantidade de suco, mas é sempre preferível escolher os maduros, mais murchos, pois têm mais sabor. Preste atenção para não estarem amassados e batidos!
limão-taiti - com casca bem verde, quando maduro deve ceder à pressão dos dedos. Este não tem sementes e não é um bom sinal, prefira os outros.

Os limões verdes devem ser guardados em lugar fresco e arejado.

Monday, September 8, 2008

listening yourself

escutando você mesmo
.meditation série.

Start with All is loneliness from the creative spirit Moondog, the viking from 6th Avenue.

Sunday, September 7, 2008

Sopa Paraguaia

milho . corn . maiz . maize

O que é uma sopa paraguaia? É um assado de milho, típico da culinária do Mato Grosso do Sul, e têm este nome pois surgiu durante a guerra entre o Brasil e Paraguai. Os soldados precisavam levar um alimento consistente e que não estragasse durante a função da disputa. A "sopa" de milho então foi engrossada no fogo e finalizada no forno, uma espécie de sopa assada. É um prato vegetariano típico da culinária brasileira, é delicioso e super nutritivo, afinal milho é tudo de bom! A analogia do nome sopa paraguaia se deve também a fama do Paraguai por coisas falsas, no caso um sopa que não é sopa!
Já fiz várias receitas de sopa paraguaia e elas sempre dão certo e podem ser sempre adaptadas pois o milho é super versátil! Não existe uma receita oficial e sim as tradicionais de cada casa ou família. Hoje fiz uma para levar em um churrasco, só porque não como carne não significa que eu não participe do dito encontro! Ficou bem gostosa, fiz com ovos caipiras e orgânicos da feira, o amarelo do preparo fica com um tom lindo!

Sopa Paraguaia de hoje

13 espigas de milho
5 ovos
1/2 copo de ågua
3 cebolas em rodelas
4 tomates em cubos
1 copo de queijo minas fresco amassado com o garfo (tradicionalmente utiliza o meia cura)
Noz moscada
1 colher de sopa de semente de mostarda preta
1 colher de chá de paprica picante
Sal
Pimenta do reino
Manjericão fresco

Preparo:
1. Triture no liquidificador o milho debulhado com uma faca + os ovos e a água. 2. Refogue a cebola até dourar bem e misture no preparo de milho, acrescente os demais ingredientes e coloque em uma forma untada com azeite. 3. Asse em forno pré-aquecido (sempre) a 180 graus por 30 minutos ou até ficar firme na superfície.

Saturday, August 30, 2008

apple & banana crumble

.receita desenhada.


Apple & banana crumble
Crumble de maçã e banana

Recipe . receita

5 maçãs orgânicas
2 bananas orgânicas e maduras
150 gr purê de maçã cozida
1 limão
1 xícara de aveia
1/2 xícara farinha de amêndoas
1/2 xícara farinha integral
1/2 xícara de mascavo
1/2 xícara de manteiga ou ghee
canela

Para acompanhar:
200 ml chantilly (sabe como fazer?)
80 gr mascarpone
2 de mel orgânico
Gotas de água de flor de laranjeira
Morango orgânico

1. Fatie as frutas e misture com o suco e zest* do limão mais o purê de maçã** e canela, coloque em uma forma untada. 2. Faça uma farofa com os demais ingredientes e cubra as frutas, asse a 180 graus até caramelizar as frutas e dourar a farofa. Com um fouet misture o mascarpone com o mel + o chantilly e a água de flor. 4. Para servir faça uma quenelle (com duas colheres molde uma espécie de concha triangular) e coloque sobre um pedaço do crumble, finalize com um morango e fios de mel, sirva!!

*Zest é a casca em finas tiras, pode ser a casca ralada em um ralador (sem a parte branca) ou utilizar um "zester", utensílio próprio para fazer zests!!!!
**Nesta receita o appleusauce, um purê de maçã concentrado, substitui o açúcar de cana para adoçar um pouco mais as frutas, a maça tem bastante frutose e faz este papel, pode ser substituído pela mesma quantidade de alguma outra geléia de fruta ácida ou por açúcar mesmo, mas a maçã e a banana são doces e vão super bem!

Monday, August 25, 2008

Tirokafteri

.série ancestrais gregos.


Tirokafteri


2 pimentões amarelos
50 gr queijo feta
50 ml de iogurte natural
1 colher de azeite de oliva
salsinha fresca
sal e pimenta do reino

1. Unte o pimentão com azeite e asse-o até ficar bem tostado, tire a pele e as sementes. Cooloque um dos pimentões no processador com o queijo, azeite, iogurte e pimenta e bata até ficar cremoso. Corte o outro pimentão em tiras e tempere com azeite, sal, pimenta e salsa picada.
2. Sirva em um prato assim: Coloque o dip no meio e as tiras en volta. Pode decorar com sementes de mostarda preta por cima.
3. Sirva com pão pita ou pão de azeitonas!

*Não coloquei sal no dip (ou pasta ou paté) pois o queijo feta já é bem salgado, se for adicionar sal vá com calma! take it easy with the salt on the dip!

melitzanosalata {dip de berinjela}

.ancestrais gregos.
Reflexo de ontem e dos antepassados da Macêdonia!

Melitzanosalata

4 berinjelas
1 fiozão* de azeite de oliva extra virgem
1 tomate maduro sem semente em cubos pequenos (guarde a semente para outro preparo)
1 dente de alho
100 ml de iogurte natural
sal e pimenta do reino

Modo de preparo:
1. Asse as berinjelas em fogo alto até ficarem bem moles ao toque. Esfrie e raspe toda a polpa, descarte a casca. Amasse bem a polpa com um garfo ou no processador, adicione um pouco de azeite e alho amassado, triture até ficar cremoso.
2. Misture os demais ingredientes e tá pronto!
3. Para servir coloque em um prato bem bonito e decore com tomate em cubinhos mais um fiozinho de azeite!

Ótimo para acompanhamento, em entradas e aperitivos!

* Vire o vidro de azeite para baixo e o fio de azeite vai começar a sair, não tenha medo!

Thursday, August 14, 2008

Como fazer clorofila

a famosa wheatgrasss


Antes de dar a receita vou tentar clarear a mente dos leigos no assunto.
Clorofila é um grupo de pigmentos presente na planta, e é de cor verde! Essa cor é obtida através da luz do sol quando a planta absorve o azul e vermelho, mas reflete o verde! Em outras palavras a planta canaliza a luz do sol em energia para si mesma através da fotossíntese.
A clorofila do trigo, a tal da "wheatgrass", é uma descoberta maravilhosa dos tempos modernos há mais ou menos 40 anos pela doutora Ann Wigmore.
Na verdade a clorofila esta presente em todas as plantas mas o brotinho do trigo tem um "plus": atua como um detergente no corpo purificando o sangue, neutralizando a pele e fazendo um tudo de bom por todo o organismo.
Falando em sangue e clorofila, perceba que no universo das cores (que é luz) verde e vermelho são cores complementares, combinam! Se neutralizam!



Receita de clorofila, grama de trigo ou "wheatgrass"

Ingredientes:
- 1 punhado de grãos de trigo in natura, se possível sem agrotóxico
- água potável
- 1 vaso
- terra
- alguma espécie de tampa

Procedimento:

1. Deixe os trigos de molho por uma noite em água para acordá-los.
2. Germine os grãos: escorra toda a água e coloque em um vidrinho com filó ou em um saquinho de filó bem fino e deixe coberto, passe em água corrente 3 x ao dia e escorra bem, coloque o vidro de cabeça prabaixo e faça o processo até seu grão surgir um narizinho (que germinou).
Existe uma segunda opção que é levar os grãos acordados direto para a terra. Faça uma experiência, coloque a terra no vaso e os grãos por cima, salpique terra por cima da metade, e aoutra deixe-os a vista! Vá regando uma vez ao dia até que todos se apontem para cima.
4. Vá regando até ficar uns 15 centímetros, isso leva em média uma semana! Corte e bata com um suco de laranja, ,maçã ou água de coco, ou se preferir vai na centrifuga! Pode deixar crescer mais uma vez e cortar para suco novamente!
* Observe se o teu grão cresceu mais com a terra em cima ou a vista. Cada ambiente é um ecossistema.

*Prá quem tem preguiça e deu vontade tem a clorofila orgânica na liberdade para vender pronta!

Tuesday, August 12, 2008

Bruschetta de gorgonzola e mel

Gorgonzola & honey bruschetta
.série receita desenhada.


Pão italiano
Gorgonzola
Mel
Manteiga aviação ou ghee
Pimenta do reino moída na hora

Preparo: Siga o desenho e asse até o queijo derreter e o pão ficar "crocante".
How to make: Follow de illustration and bake until melt the cheese and crisp the bread skin.

*Servir em uma festa com amigos.
*Serve in a party with friends.

Liguei pra amiga que fazia aniversário:
-" compra pão italiano, roquefort..."
-"e mel né Rita?"
-"e mel claro..."!

Como não?

Me alertou que havia procurado roquefort e não achou.
-"gorgonzola não tinha?"
-"Ah sim, aqui!"
A festa rolando, o forno funcionando e alguém chega e diz:
-"Adoro roquefort!"
-"Sim? Mas este é gorgonzola"
A pessoa ficou quieta, pensou que fosse uma piada ou fingiu que havia entendido. Insisti no assunto:
-"Sabe qual a diferença?"
_"Qual?"
-"Roquefort é francês e Gorgonzola italiano"
-"Ah!Põe tomate nessa?"

Conclusão: A diferença básica é a nacionalidade de cada um, depois tem muito mais... O roquefort é mais doce e o gorgonzola mais salgado, sem contar que a metodologia do preparo é totalmente diferente e as vacas tem terroir diferente (que influenciam sabor). Mas são todos com fungos, sem falar os queijos azuis dos países lá de cima...

Friday, August 8, 2008

Bolo Macacau (macaco ao cacau)

Bolo de Banana com Cacau orgânico

Veja! O dia de hoje: 08/08/08! Só hoje vai ser assim em toda a história vivida, não é incrível?
Já que é tudo oito, redondo, repeti com a  banana* também.
É um bolo super fácil de fazer, leva praticamento oito minutos para preparar e serve oito estômagos educados, digamos assim.


Receita
(serve 8)


4 bananas nanicas
4 ovos orgânicos
1 xícara de óleo ou ghee
4 colheres de sopa de cacau orgânico callebaut*
2 xícara de farinha comum ou integral
1 1/2 xícara de demerara orgânico
2 colheres de chá de canela
1 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de cardamomo
1 pitada de macis
1 pitada de sal do himalaia
4 colheres de chá cheias de fermento químico

Preparo: Aqueça o forno a 208 graus. Bata os pirmeiros 4 ingredientes no liquidificador. Em seguida peneire o restante dos ingredientes em um bowl e despeje a mistura liquida, misture bem e coloque para assar em forma untada por 18 minutos.

Para tomar com chá de Jasmim.

*Muitas receitas de banana por aqui. Banana é incrível, é gostosa, barata e não dá preguiça de descascar (como a manga), e além do mais ela adora o solo brasileiro. Consumir ingredientes locais é de alta importância. Não faça sua comida viajar, gasta mais energia que o necessário e você acaba não conhecendo a horta do vizinho! Mas no caso dos grandes centros converta as hortas dos vizinhos para o que se vende na feira.

Tuesday, August 5, 2008

Bolo de frutas

.fruit cake.

.bom com chá de maçã.

Bolo de frutas

1/2 xícara de tâmaras desidratadas
1/2 xícara de damasco desidratado*
1/2 xícara de pêra desidratada
1/2 xícara de uva passa dourada
3/4 xícara de amêndoas picadas
Suco e raspa de 1 limão siciliano
2 ovos orgânicos
250ml de iogurte natural
2 xícaras de farinha integral
3/4 xícara de açúcar mascavo
1 colher de sobremesa de fermento quimico
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal

*opte por aquele escuro, orgânico.

Decoração:

Compota de sua preferência (usei de uvas) .  jam
Cerejas FRESCAS . fresh cherry

1. Pique todas as frutas secas e misture em um bowl com o limão.
2. Com um batedor de cozinha (fouet) misture o iogurte com os ovos e despeje sobre as frutas.
3. Peneire todos os secos e misture na mistura "mãe".
4. Asse a 180 graus em forno pré aquecido* até dourar (use a clássica técnica do palito**).
5. Espere esfriar, desenforme e passe compota por cima, decore com as cerejas.


*Ligar o forno deve ser a primeira coisa a se fazer antes de iniciar um bolo.
**A técnica do palito é tão clássica e popular: espete um palito, se sair limpo está pronto!

Friday, August 1, 2008

Infusão

. infusione-se em você mesmo.


Para se infusionar com sucesso é só sentar, fechar os olhos e respirar.

E para infusionar ervas, flores e afins?
• Aqueça a água a 80 graus celsius. (a mais pura que tiver);
• Para cada xícara coloque 1 colher cheia de chá da da mistura herbal;
• Tampe e abafe por 5-8 minutos*;
• Coe e disfrute;

* Se deixar abafando muito tempo dependendo do que estiver infusionando pode deixar a bebida amarga!

 Um amigo japonês que entende muito de chá uma vez contou que a temperatura ideal para obter o melhor aroma do chá, Camelia sinsensis, é em torno de 80 graus. Esta é a temperatura de escaldar! Sabe quando? Quando começa a aparecer bolinhas no fundo da chaleira. Esta dica eu ponho em prática desde que captei a mensagem das bolinhas, mas faço com ervas e o resultado me agrada! Prove! Em alguns casos a água fervente, a 100 graus,  queima  alguns óleos essenciais e toda a riqueza do ingrediente desaparece.

Bom! Então sempre que  não utilizar a folha proveniente da planta Camelia sinensis (chá preto, verde, branco e variações) chamamos de Infusão! Ou seja Quando utilizar ervas como hortelã, manjericão, alecrim, erva cidreira, sementes de erva doce, flores como calêndula,  camomila, lavanda, frutas e especiarias podemos dizer que você fez uma Infusão.

Thursday, July 31, 2008

Mutação

.meditation serie.

Medita . Meta . Muda . Muta . Melhora . Mente . Membros . Membranas . Momento . Meu . Mundo . Mágico . Maravilhoso . Mesmo!

Wednesday, July 30, 2008

Torta de banana com chocolate

(Em: resquícios da verdurada)


Este domingo teve a Verdurada e essa torta passou por lá!
Já era.
Acabou, comeram tudo!
Mas lembro a receita:

Torta de banana com chocolate
*vegan!

2 copos de farinha de trigo integral (ou branca se você for bem punk)
1 xícara de farinha de  arroz, farinha de  quinoa fina ou farinha de banana
1 1/2 xícara de açúcar mascavo
1 xícara de aveia em flocos
1 colher de chá de canela
3/4 xícara de gordura de coco, óleo de girassol ou manteiga
1 dúzia de banana nanica bem madura (ou mais)
300 gramas de chocolate meio amargo

Como proceder: Faça uma farofa com os 6 primeiros ingredientes, se ficar muito seca acrescenta uma colher de água fria. Forre uma forma untada com metade dela, siga com uma camada de bananas fatiadas ao meio no comprido (haha)*. Pique grosseiramente 200 gramas do chocolate na faca e coloque sobre as bananas, coloque o restante da massa, as bananas novamente e polvilhe mais canela. Leve para assar por (mais ou menos) 30 minutos ou até a casa começar cheirar a banana & canela (belo par)! Se você não tem costume com o forno, não se preocupe, Você vai saber a hora! Depois que sair do fogo derreta o chocolate restante e faça um zig zag com ele em cima da torta, se expresse em linhas e curvas, siga seu critério.

Friday, July 25, 2008

Bolinho de Figo e Castanha do Pará

(para 3 pessoas)
*Sem glúten


Este bolinho dividiu um "chá" de amigas.
Pra quem gosta de umidade este aqui fica bem molhadinho!

120 gramas de figo turco triturado ou picado na faca
20 gramas de ameixa seca
1 ovo caipira de verdade
50 gramas de açúcar mascavo
30 gramas de farinha de arroz integral
1 colher de café d canela
1 pitada de macis**
1 pitada de cravo em pó
1 pitada de sal
1 colher de café de fermento royal
30 gramas de castanha do Pará picada

Como faz:
Bate o ovo com o açúcar na batedeira, colocar as frutas secas e continuar batendo, acrescente a farinha, especiarias, fermento e por último a castanha.
Assar em forminha de bolo inglês retangular por 35 minutos a 180 graus

Sugestão de acompanhamento: Chá de Hibiscus

** Macis é a casca em que a noz moscada é envolta, é uma especiaria forte e super saborosa, encontra em locais que comercializam muita especiaria como a bombay e lojas que vendem produtos arábes e indianos.

Wednesday, July 23, 2008

caldo de legumes . veggie stock


Aqui vai uma receita para utilizar como base. O caldo depois de pronto pode ser usado para fazer sopas, molhos, reduções e risotos.
Faça os caldos da tua casa ao invés de comprar pronto, é muito mais saboroso.

1 cenoura
2 talos de salsão
1 cebola
3 dentes de alho
1 folha de louro
1 colher de pimenta do reino em grão
1 ramo de tomilho
1 ramo de salsinha
folhas de 1 alho poró
sal

Preparo: Coloque tudo em uma panela e cubra com água filtrada, levante fervura, abaixe o fogo e cozinhe por 1 hora, coe e pode utilizar!


* Teoricamente o caldo é feito com as sobras da cozinha como rebarbas e casca de legumes. pode por abobrinha, mandioquinha, manjericão, cebolinha, talo de couve flor e folhas também! Não esqueça de lavar bem e retirar todo resíduo de terra. Para fazer um caldo mais asiático acrescente pimenta dedo de moça, gengibre, limão, raiz de cebolinha e coentro. Para fazer um de cogumelos é só acrescentar talos, cogumelos e se quiser um pouco de missô ou shoyu, e por aí vai até onde sua criatividade pode atingir.
Para congelar coe, espere esfriar e coloque em potinhos de plástico que você reutiliza! Boa sorte e diga Urgh para o caldo Knnor, sazon e afins.

Monday, July 21, 2008

Iogurte com maracujá







Receita
(individual)

1 maracujá maduro
1 copo de iogurte natural* sem açúcar
1 colher de sopa de pólen
1 colher de melado

1. Misture tudo, inclusive as sementes do maracujá, mexa bem e coloque em uma cumbuquinha linda, sirva com bananas ou/e morangos.

Thursday, July 10, 2008

Bolo de Banana com especiarias

.receita de presente.


Hoje levei um bolo de banana com especiarias para a aula de modelagem. As meninas confirmaram novamente que posso casar.
A professora disse que os bolos que eu faço são leves, diferente dos outros que come por aí. "Mas que outros?" - imaginei bolos com coberturas brilhantes e cereja de chuchu por cima. Foi quando ela me perguntou como eu fazia. Como?
O segredo são os ingredientes. Ingredientes de verdade são tudo em uma receita. Eu uso ingrediente de verdade na medida das possibilidades ao meu redor. Se tiver dúvida questione:
De onde veio?
Como é feito?
Parece que saiu da terra ou de uma máquina?
É de verdade?

Verdade, nada mais que a verdade.

Bolo de banana com especiarias

3 bananas super maduras amassadas
100 gramas de manteiga sem sal ou ghee
100 gramas de açúcar demerara orgânico
2 ovos super caipiras
75 gramas de farinha de trigo
75 gramas de farinha de trigo integral
50 gramas de farinha de quinoa
1 pitada de sal
1 pitada de gengibre em pó
1 pitada de pimenta do reino em pó
1 pitada de macis
1 colher chá de canela em pó
1 colherzinha de baunilha em pó (ixi só tem na França) ou tonka ralada
1 colher sobremesa fermento químico
30 gramas de xerem (castanha de caju)

Preparo:
1. Bata a manteiga (em temperatura ambiente) com o açúcar na batedeira até ficar fofo, incorpore os ovos e a banana, bata até ficar homogêneo.
2. Desligue a batedeira e coloque os secos+especiarias, coloque as castanhas e mexa bem. Despeje o preparo em uma forma untada e leve ao forno.
3. Assar durante 45 minutos a 180 graus.
4. Leve de presente para alguém.

Sunday, July 6, 2008

Chimango

(receita desenhada)


Chimango. Tipo um biscoito baiano que pode ser doce ou salgado, assado ou frito e tem como base o polvilho*.

Esta receita tem uma história.

Quando chegamos Tereza cumprimentou, disse algumas frases e já foi pra cozinha. E eu segui.
D. Tereza, é uma senhora que mora em Tucano-BA. Ela tem hábitos rudimentares e um estilo de vida bastante rústico.
O cabelo dela é todo personalizado por ela mesma e se veste com vestido velho até os joelhos.
A janela é seu biolixo. Ali joga tudo para as galinhas e bichos comerem.
Sua casa não tem energia, nunca teve, o fogão é de lenha e as portas e janelas de madeira pintada.
Os ovos são de suas galinhas super caipiras que deixaram o chimango amarelo "ovo".
Em seu jardim com biolixo alimentar tem pé de manga e outras árvores de fruta, tem ervinhas, galinhas e nenhuma flor.
Aquele dia tomamos café em copo usado e comemos chimango.
Foi delicioso, cinematográfico e bem sujo de vida.

*Polvilho é a fécula da mandioca, ou seja o amido da mandioca. Existe o doce e o azedo, o qual tem sabor e fermentação bem diferente. Os chimangos gostam do polvilho doce!

Thursday, June 26, 2008

Receita de Blazer

em: como se vestir blasé
.uma receita desenhada.


Como diz a professora:
"...mais fácil que roubar doce de criança..."

Tuesday, June 24, 2008

Risoto Complementar

enquanto a mãe peregrina
(para comer em família)


250g de arroz arbório
1 cebola fatiada
1 folha de louro
1 pimenda dedo de moça picada
1,5 lt de caldo de legumes feito por você mesmo
2 tomates orgânicos
200g de vagem francesa
1 punhado de Manjericão, alecrim e Tomilho frescos
1 abobrinha italiana orgânica
100ml de purê de tomates frescos ou pelados
gordura (azeite de oliva, manteiga ou ghee)
1 taça de chardonnay
Sal e pimenta do reino

Opcional: Gorgonzola italiano

1. Mantenha o caldo quente. 2. Aqueça uma panela de ferro e coloque a gordura, acrescenta a cebola, pimenta e o louro, refogue, acrescente o arroz e envolva-os na gordura acebolada. 3. Assim que estiver fazendo um barulhinho dos ingredientes soando na panela acrescente o vinho e tcchhhhhhh., deixa evaporá-lo por completo. 4. Acrescente 1 concha do caldo e mexa, vá acrescentando aos poucos de maneira que o arroz cozinhe sempre com um pouquinho de líquido até seu total cozimento, mexa sempre. 5. Enquanto isso pique a abobrinha e as vagens em tamanhos de 2 cm ou que caibam em uma boa garfada. Refogue-os separadamente com as ervas até que fiquem "al dente" (cozidos e crocantes) coloque sal e reserve. 6. Pique os tomates ao meio e retire as sementes, corte-os em cubos médio e reserve também! 6. Assim que o arroz estiver chegando ao fim de seu processo de cozimento (mais ou menos 18 minutos) acrescente os legumes reservados e o purê de tomate e mexa bem, acerte o sal e pimenta do reino. Se optou pelo gorgonzola acrescente-o agora em pedaços pequenos, mexa bem. Finalize com uma colher de manteiga e sirva imediatamente.


Sugestão de acompanhamento: beringela recheada e salada verde.

Wednesday, June 18, 2008

Salada Pink

pink salad
Muy rica!

Salada Pink
(individual)

Receita

Misture os seguintes ingredientes:


1 cenoura orgânica ralada
1 beterraba orgânica ralada
2 CS grãos de trigo germinados*
1 CS noz pecan picada
1 CS uva passa preta
2 CS Dill picado
Azeite extra virgem
Sal + pimenta do reino

Opcional: Pedacinhos de queijo feta! (Fica bom)

Mexa até ficar tudo pink e contagiado pela beterraba, colocar em um prato bonito e servir!


* O trigo germinado é um alimento tão antigo quanto a humanidade e vem sendo considerado um alimento do futuro devido seu alto teor  energético. É o principal componente do pão essênio.
Como fazer: Deixe os grãos de molho por uma noite, pela manhã lave-os e coloque em uma peneira ou vidrinho com filó na tampa, lave-os 3 x ao dia. Se utilizar a peneira cubra-a com um pano, para o vidrinho deixe-o virado de cabeça para baixo no escorredor de pratos e cubra-o também! Quando pontinhas brancas despertarem no grão esta pronto! Tem que deixá-lo coberto assim você os "engana" que estão na terra e ta tudo escuro para eles procurarem a luz, aí sim eles germinam! Não é lindo? Pode comer e bater no suco.

Monday, June 16, 2008

Morango baiano




Hoje a tarde fui atraída por um "carro-fruta".


- Oi! Você tem Fuyu?
- Tem nãão! Mas temos estes lindos morangos da Bahia,  todos para você.
-  Nossa! - pensei alto - Morango da Bahia? Tem certeza? O que ele foi fazer lá se ele gosta do frio? Deve ter bastante agrotóxico para a frutinha se desenvolver, acho que não vou querer.


Pausa, o Sr. Fruta não gostou.


- Esse morango é de Atibaia, não é da Bahia. Como você é brava!
- Não sou brava, sou esperta. Quanto é essa ponkan?
Rimos
- Uma só? Presente, pode levar.
- Mesmo? Obrigada.

Intervalo para comer a fruta.

- Quanto é?
- Já te falei que você não vai pagar!!
- Mas eu quero mais.
- Leva a dúzia! 3 R$.
- Porque você não tem Fuyu?
- Muito caro, ta acabando a época e se não vender eu como, é muito bom.
- Vou ter que procurar caqui em outro lugar.
- Eu tenho que vender o que dá dinheiro e morango dá! Eu to aqui nessa cidade é só para trabalhar, eu vim é la da Bahia, se Deus quiser eu volto rapidinho. Você vem de onde?
- Sorocaba.
- Lá é quente também né? Ta fazendo o que aqui em São Paulo?
- To de passagem. Gostei só de cinco ponkans, pode ser só elas e 7 bananas até completar uma dúzia?
- Pode sim! Você é nutricionista?
- Não, porque você me achou brava?
- Muito direta, parece sem coração.
- Como assim sem coração?? É que eu não perco tempo, vou direto ao ponto.
- Verdade, minha ex-mulher era nutricionista!
- O que a tornou "ex"?
- Ela me deu um pé na bunda...
- Aí você passou a vender fruta?
- Exatamente.
- Não quero não ter coração.
- Leva morango.
- Não quero.
- Teu troco, obrigado!
- Tchau.

E se despediu abanando a mão.

Sai comendo ponkan e pensando onde é que tava meu coração hoje.

Sunday, June 15, 2008

Sopinha Roxa da Valentine

(série sinestesia . sinestesic serie)

Servida na abertura da exposição de fotografia da querida Valentine Moreno.


500 gr batata roxa
1 alho poró
3 dentes de alho
1 colher de chá gengibre picado
2 colheres de óleo de coco
200 gr inhame
200 ml leite de coco
Sal e pimenta do reino
500 ml caldo de legumes caseiro

1. Descasque a batata e o inhame e pique-os os rusticamente. 2. Refogue os alhos e o gengibre no óleo, acrescente os tubérculos, doure e acrescente o caldo + o leite de coco, cozinhe até amolecer o ingredientes. 3. Passe por um liquidificador, volte a panela, ajuste a consistência com mais água se necessário, sal e pimenta.
Servir: Em um prato com uma colher de iogurte natural e uma pitada de cúrcuma (açafrão da terra).


Tuesday, June 10, 2008

Mandala de caqui com banana & amigos

.mandala de café da manhã.

Para começar o dia bem doce:

1 unidade pequena de caqui fuyu Ou 1/2 do grande
1 banana nanica madura
1 colher de sopa de coco ralado
1 colher de sopa de uva passa preta
1 fio de melado

Utensílios:
1 faca caseira
1 cumbuquinha
1 colher

1. Pique o caqui na metade, vire seu centro para baixo e faça fatias "meia lua".
2.Corte a banana em rodelas.
3. Disponha as frutas na cumbuca formando uma mandala.
4. salpique o coco + passas e finalize com um bom fio de melado.
5. Pronto! É só agradecer e comer.
Sugestão de acompanhamento: alguém querido e chá de erva doce.


Friday, June 6, 2008

Abraço

(série satélite)

uma receita médica

Bula

Indicação: para sentir o tum tum tum do outro
Contra-indicação: não tem
Efeitos colaterais: algumas vezes difícil de separar
Posologia: mínimo 3x ao dia

Friday, May 30, 2008

Sopa de Cenoura & Laranja

para ver melhor


Esta sopinha foi feita hoje e compartilhada com duas garotas especiais.
Utilizei uma panela de barro e um cozimento lento, enquanto isso o pão cresceu.

Sopinha creme de cenoura & laranja

vegan

3 porções

500gramas de cenouras orgânicas descascadas e picadas em rodelas
2 cebolas picadas
1 "pétala talo" de salsão picada
Azeite ou óleo de coco
Suco de 4  laranjas
1 colher de chá de cominho em grão
1 pedacinho de gengibre picadinho
2 folhas de louro
Sal e pimenta do reino
1 punhado de cebolinha picada

1. Aqueça a panela e acrescente o óleo e logo a cebola, salsão, gengibre, cominho e louro, refogue por uns minutos e acrescente a cenoura, refogue até ficar um cheiro bom.
2. Acrescente o suco (não deixe as sementes escaparem para dentro da panela, caso contrário ficará amargo) e 4 copos de água pura, acrescente sal.
3. Assim que ferver abaixe o fogo e cozinhe de 30 a 40 minutos em fogo bem baixo para que os sabores se envolvam e apurem.
4. Processe no liquidificador e cõe de volta para a panela, aqueça novamente até que a sopa fique encorpada. Finalize com a cebolinha, ajuste o sal e a pimenta.
5.Sirva.

Wednesday, May 21, 2008

Full Moon Smoothie


Smoothie

Uma bebida, de origem californiana, que se tornou popular nos anos 60 com a onda da alimentação vegetariana e macrobiótica.

Em que consiste?

A base de frutas, lembra a consistência de um milk shake. Pode levar iogurte, leite, leite vegetal ou outros complementos que enriqueçam a bebida.
Um amigo nova iorquino dividiu comigo 2 receitas de smoothies para encarar uma grande cidade.
São super energéticos, praticamente uma refeição.

Smoothie do Scott

n.01
Suco de laranja
Aloe vera (babosa)
Goji berries*
1/4 abacate
Semente de linhaça

n.02
Açaí
Cacau em pó e sementes
Raiz de maca**
Agave nectar
Framboesa congelada
Água

Bater tudo no liquidificador até ficar bem cremoso e servir.

Sugestão:
Scott sugere um leite de "hempseed" (semente de maconha) como base no primeiro. Para fazer isto hidrate sementes de qualidade por 8 horas, triture-as com água e passe por um pano fino espremendo bem, pronto!

Como estamos no Brasil temos que fazer algumas adaptações de ingredientes:
- Goji berries*, substitua por morangos orgânicos (que estamos entrando na época), acerola ou damasco turco que é fácil encontrar.

- Agave nectar,  se não econtrar para comprar substitua por mel ou melado.

- Framboesa, substitua por amoras NATIVAS.

*Goji berries, também conhecidas como Wolfberrys, himalaian goji ou tibetan goji é uma frutinha vermelha com ricas propriedades nutricionais .  É uma fruta rara de ser encontrado em sua forma fresca, a não ser em seu local de cultivo, normalmente na Ásia. É também comercializada desidratada, vermelhinha. A Goji é rica em em vitamina C e tem diversos beneficíos. É docinha e pode ser consumida crua, em sucos, chás, tinturas ou iguarias culinárias. Na China é utilizada em preparos como arroz, sopas e legumes. Comprei um lote Chinês quando estava na Espanha e gostei muito, experimentei a desidratada e aprendi a hidratar em suco de laranja para uma boa dose de vitamina C.
**A Maca é uma raiz andina com propriedades nutricionais especiais e é conhecida também como ginseng andino. No Brasil é encontrada em pó em lojas de produtos naturais. Seu formato é algo entre o nabo e o rabanete.

Thanks Scott

Tuesday, May 20, 2008

Macadâmias Tostadas e Picantes

.para picar.




Receita  para a Revista Vegetarianos No. 19 Maio/2008

*vegan
• sem glúten



Na receita original da revista sugiro o óleo de canola, mas felizmente tomei conhecimento sobre a real história da canola e nunca mais usei, aqui corrijo sugerindo um bom óleo de coco!

Macadâmias picantes

2 colheres de óleo de coco
2 xícaras de macadâmias
1 colher de sopa de açúcar demerara orgânico (opcional)
2 colheres de chá de curry em pó
1 colher de chá de  cominho em pó
1 colher de chá de  coentro em grãos triturados
1/2 colher de chá de pimenta cayenna
1 colher de chá de páprica picante
Sal do Himalaia a gosto


1.Aqueça o forno a 180 graus.
2. Misture bem todos os ingredientes e disponha sobre uma forma em uma única camada, asse até dourar, em torno de 30 minutos.
3.Esfriar e servir.